Luciano Périco: "Grêmio e Atlético-PR trataram muito bem a bola" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da Galera23/04/2018 | 07h00Atualizada em 23/04/2018 | 07h00

Luciano Périco: "Grêmio e Atlético-PR trataram muito bem a bola"

Os dois times privilegiam a troca de passes e a compactação

Luciano Périco: "Grêmio e Atlético-PR trataram muito bem a bola" Lauro Alves/Agencia RBS
Maicon conduz a bola durante o empate deste domingo Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Como era esperado por todos, Grêmio e Atlético-PR trataram muito bem da bola na Arena! Foi a prova de que um jogo sem gols pode ser uma partida interessante. Os dois times privilegiam a troca de passes e a compactação. Proponho uma reflexão, sem querer exagerar: a atuação gremista foi uma das melhores do time de Renato em 2018. 

Na primeira etapa, o placar de 0 a 0 ficou barato para o Furacão. Gols perdidos, bola na trave e defesas do goleiro. O time comandado pelo técnico Fernando Diniz, que vem de uma sequência de bons resultados, arriscou mais na etapa final e se defendeu muito bem. Depois que ficou com dez homens, o time paranaense parou de arriscar. Aos gremistas, o empate deixou um gosto de que podia algo a mais. Só que sempre se deve ter em conta o adversário, que teve seus méritos.

INJUSTIÇA NO PACAEMBU

A derrota do Inter para o Palmeiras tem que ser analisada sob vários aspectos. Com relação ao desempenho, o time colorado melhorou se comparado ao duelo contra o Vitória. Pelo menos, mostrou mais pegada. Faltou qualidade em muitos momentos. Nico López, Gabriel Dias e Camilo não estiveram bem. Mas o poderoso Palmeiras também não foi o bicho-papão que se espera. Cheio de ótimos jogadores, teve uma atuação sem brilho. 

A equipe do Inter melhorou muito com as presenças de Damião e D’Alessandro no segundo tempo. A ótima notícia: 

o camisa 9 retornou bem aos gramados, depois de um longo tempo parado. Há um detalhe que não pode ser esquecido: a arbitragem. Marcelo de Lima Henrique não apontou penalidade sobre Nico López na etapa inicial e o auxiliar Silbert Sisquim marcou impedimento inexistente em que Damião meteu na rede. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros