Guerrinha: "Mais um tropeço" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra total31/05/2018 | 07h00Atualizada em 31/05/2018 | 07h00

Guerrinha: "Mais um tropeço"

Grêmio só empatou e fechou a rodada mais longe do topo da tabela

Guerrinha: "Mais um tropeço" Carlos Macedo/Agencia RBS
Grêmio parou no Flu Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Como quase sempre acontece, o Grêmio teve muito mais posse de bola, jogou a maior parte do tempo dentro do campo do Fluminense, mas esbarrou na marcação do adversário, não achou soluções ofensivas, só empatou e fechou a rodada mais longe do topo da tabela.

A cada atuação que passa, fica muito claro que além de torcer pela recuperação dos lesionados, o técnico Renato tem de achar um jeito do time furar as defesas adversárias. 

Sofrimento

Poderia ter sido menos sofrido.

Longe de casa, na necessidade de provar que está no caminho certo, o Inter abriu 2 a 0, perdeu pênalti, levou o empate do Vitória, passou por maus bocados no segundo tempo e, quando tudo parecia liquidado, marcou mais um, com Nico López, e conseguiu três pontos bem importantes.

Agora, é esperar pelo Sport, que também venceu na rodada e gosta de surpreender. O jogo será sábado, no Beira-Rio. É tentar outra vitória para continuar subindo na tabela.

Mais qualidade

É um belo problema.

Pelas notícias, falta pouco para o diferenciado Douglas começar a entrar em campo para ganhar ritmo de jogo e provar que a longa parada não interferiu na sua imensa qualidade de jogar futebol.

Se tudo transcorrer normalmente como tem acontecido, o mais habilidoso dos integrantes do grupo do técnico Renato, que já está trabalhando em ritmo forte, estará disponível após a Copa e vai tirar boas horas de sono do comandante para colocá-lo no time.

ARMADOR _ Ainda falta provar.

Muitos dos torcedores que vestem vermelho clamam pela escalação do menino Juan Alano diante da ausência do diferenciado D'Alessandro, por entenderem que Camilo está abaixo do que deveria e pelo fato de não abrir mão da presença de um armador entre os titulares.

Ninguém discute que o menino criado na base do Inter tem ferramentas para responder bem, mas a verdade é que, pelas poucas aparições que teve, ninguém tem a certeza de que ele seja, no momento, a solução.

JANELA _ Alguns vão vazar.

Talvez não sejam muitos, mas a partir de amanhã, com a abertura da janela, alguns clubes brasileiros passam a viver um momento de ansiedade, com a chegada de propostas dos interessados.

Tudo indica que Grêmio, Corinthians e Atlético-MG serão os mais procurados pelos compradores.

RUINDADE _ Ninguém é de ninguém.

Depois de sete rodadas, fica fácil perceber que tudo pode acontecer na briga pela Segundona.

A maior prova é que que Coritiba e Ponte Preta, os teóricos favoritos, estão sofrendo e podem acabar a disputa com as mãos abanando.

Perguntinha

Quem vai ser o craque da Copa?



 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros