Guerrinha: "O favoritismo do Grêmio é oceânico. Inter terá de jogar no limite" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra total12/05/2018 | 07h00Atualizada em 12/05/2018 | 07h00

Guerrinha: "O favoritismo do Grêmio é oceânico. Inter terá de jogar no limite"

Apesar da diferença de bola no momento, tomara que tenhamos um grande clássico

Guerrinha: "O favoritismo do Grêmio é oceânico. Inter terá de jogar no limite" Fernando Gomes/Agencia RBS
Jogo deve ser pegado Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Mais um Gre-Nal.

Neste sábado, na Arena, um jogão, casa cheia, favoritismo oceânico do Grêmio, dono do futebol mais charmoso da América, candidato a todos os títulos que disputa nesta temporada.

Do outro, um Inter que ainda corre atrás da melhor escalação, do equilíbrio, que vai entrar em campo sabendo da necessidade de jogar no limite para evitar o pior. Apesar da diferença de bola no momento, tomara que tenhamos um grande clássico, recheado de emoções.

PAZ _ Não custa lembrar.

Até as paredes sabem que os nervos se alteram em jogos importantes, como é o caso do nosso maior clássico.

Mas nunca é demais alertar quem vai ao estádio que o Gre-Nal é só mais um jogo de futebol, que merece casa cheia e, acima de tudo, muita paz por parte dos azuis e dos vermelhos.

Piada do Guerra

Dia de prova oral. Chega a vez de Zezinho encarar a professora novata, e o diretor vai inspecionar...

_ José, o que Dom Pedro I disse no Dia da Independência? _ perguntou a professora, que na mesma hora deixa cair o lápis e se abaixa para pegá-lo. 

No mesmo momento, o diretor aproveita, dá uma olhada no decote e faz um comentário masculino...

_ E então José? O que Dom Pedro I disse? _ voltou a questionar a educadora.

_ Peitinhos maravilhosos! _ respondeu o aluno.

_ O quê? Seu abusado! Zero! _ disparou a professora.

Atucanado, o Zezinho olha para o diretor e manda bala:

_ Se não sabe, não sopra...


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros