Luciano Périco: "Um filme repetido na Arena" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da Galera31/05/2018 | 07h00Atualizada em 31/05/2018 | 07h00

Luciano Périco: "Um filme repetido na Arena"

Renato Portaluppi terá de encontrar um antídoto para quebrar as retrancas

Luciano Périco: "Um filme repetido na Arena" Carlos Macedo/Agencia RBS
André parou na marcação Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

O Fluminense foi osso duro de roer! Mais uma vez, o Grêmio teve o comando da partida, mas não furou o ferrolho carioca. Quarto 0 a 0 em oito jogos. Quem projetava que Abel Braga colocaria em campo uma equipe com mais ousadia, se quebrou! Todos chegam na Arena respeitando o Grêmio. Na etapa final, o Fluzão abusou da cera e até arriscou, visitando mais a grande área de Marcelo Grohe. Parou em Kannemann, que foi um gigante na defesa, sendo um escudeiro de Bressan. 

Renato Portaluppi terá de encontrar um antídoto para quebrar as retrancas. O treinador acertou em colocar Cícero na sua posição. Lima, na vaga de Ramiro, deu conta do recado. Arthur faz muita falta! André teve transpiração. O atacante, de reconhecida qualidade, ainda não engrenou. Mais dois pontos ficaram pelo caminho no Brasileiro, e o Tricolor marca passo na tabela! 

QUEBRA DE TABU

Nico López salvou a noite do Inter em Salvador na última bola do jogo! Mas uma vez, nos acréscimos, o Colorado garantiu os três pontos. Resultado muito importante! E tudo até se encaminhava para uma vitória tranquila. O Colorado teve nos pés de Rossi a chance de matar o jogo aos 42 minutos do primeiro tempo. O placar estava 2 a 0 e com um pênalti a favor era só o atacante colorado meter na rede para liquidar o time baiano. Rossi bateu mal. Isolou! A penalidade desperdiçada quase custou caro! O Colorado acabou dando gás para o Vitória, que já estava na UTI. Os baianos, na correria, conseguiram buscar o empate e colocaram uma pressão até o final. Cuesta e Moledo foram importantes para segurar a onda no auge da pressão. Foi a terceira vitória seguida do Inter no Brasileiro e valeu a permanência na ponta de cima da tabela. 

TÁ CHEGANDO A HORA

Caro leitor! Você já se deu conta que faltam apenas 19 dias para a estreia do Brasil na Copa do Mundo? Nos dois testes que faltam, contra Croácia e Áustria, Tite terá que azeitar a máquina na busca do hexa. Tenho curiosidade para ver Roberto Firmino como titular no lugar de Gabriel Jesus. Ou quem sabe, os dois poderiam ser testados juntos, com a saída de um dos caras do meio-campo. Na primeira fase do Mundial é certo que a Seleção Brasileira encare adversários fechados. Alguém imagina que Suíça, Costa Rica e Sérvia vão se atirar ao ataque, dando generosos espaços? Nenhuma chance! Mais importante do que qualquer sistema de jogo experimentado na reta final da preparação será ver a desenvoltura de Neymar após a cirurgia realizada em março. Ele é o protagonista do time do Brasil! Mesmo contando com tantos jogadores talentosos como Marcelo, Casemiro, Philippe Coutinho, Willian e Paulinho, o camisa 10 é que vai fazer a diferença na Copa! 

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros