Guerrinha: "Vitória complicada teve a assinatura do técnico Tite" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra Total23/06/2018 | 07h00Atualizada em 23/06/2018 | 07h00

Guerrinha: "Vitória complicada teve a assinatura do técnico Tite"

Treinador mudou o quadro de Seleção com as entradas, no segundo tempo, de Douglas Costa e Firmino

Guerrinha: "Vitória complicada teve a assinatura do técnico Tite" André Mourão/MoWa Press,Divulgação
Tite durante o jogo contra a Costa Rica Foto: André Mourão / MoWa Press,Divulgação

Após um primeiro tempo que parecia sopa de hospital, sem sal algum, quando teve mais posse de bola, não correu riscos, mas não soube sair da dificuldade, a  Seleção Brasileira  voltou do vestiário modificada. Cresceu em campo e, no finalzinho, conseguiu derrotar a retrancada Costa Rica por 2 a 0.

Vitória complicada, mas merecida, com a assinatura do técnico Tite, que mudou o quadro com as entradas de Douglas Costa e Firmino, afastou o fantasma do fracasso na primeira fase e deixou o time brasileiro no caminho de ser o primeiro do Grupo E.

PEPINO – Tem tudo para ser trepidante.

Neste sábado, a Alemanha começa a decidir seu futuro na Copa. Já sabendo o resultado de México e Coreia do Sul, que se enfrentam ao meio-dia, a atual campeã vai encarar a Suécia, com obrigação de não deixar escapar os três pontos e de mostrar que o tombo na estreia foi um acidente.

Se não ganhar, o time alemão pode arrumar as malas.

Perguntinha

A Argentina vai dar a volta por cima?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros