Luciano Périco: "Euforia verde-amarela na chegada do Brasil a Moscou" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante na Rússia26/06/2018 | 07h00Atualizada em 26/06/2018 | 07h00

Luciano Périco: "Euforia verde-amarela na chegada do Brasil a Moscou"

Torcida acompanhou em peso a Seleção para o jogo decisivo desta quarta-feira

Luciano Périco: "Euforia verde-amarela na chegada do Brasil a Moscou" Anderson Fetter/Agencia RBS
Canarinho Pistola comandou a festa Foto: Anderson Fetter / Agencia RBS

A Seleção Brasileira foi recebida por uma multidão no início da madrugada desta terça-feira aqui, em Moscou. Uma baita festa. Os jogadores entraram no clima da decisão no Spartak. O Canarinho Pistola estava enlouquecido na frente do hotel da concentração. O personagem, com cara de poucos amigos, caiu nas graças do torcedor. É uma figuraça. Todos querem tirar uma selfie de recordação.

Leia mais
Canarinho Pistola comanda a festa no hotel da Seleção e se envolve em treta com seguranças
Perigo aéreo e brecha na marcação: o que esperar da Sérvia, adversária do Brasil
Fagner ou Ivanovic? Quem leva a melhor entre Brasil e Sérvia

Óbvio que é muito legal a empolgação por parte dos brasileiros que estão em território russo. Apenas um pequeno detalhe me preocupa: que o clima de oba-oba por parte do torcedor, que é legítimo, fique longe do vestiário. Tenho certeza de que Tite e toda a comissão técnica sabem, melhor do que ninguém, que a euforia deve ficar da porta para fora. Foco total na Sérvia. O jogo não será fácil. Claro que os europeus terão de sair da toca para não serem eliminados do Mundial. Isso abriria espaços dentro de campo, facilitando a vida do Brasil.

HORA DA VERDADE – Podemos ter a eliminação de um favorito na Copa nesta terça-feira (26). Os argentinos entram em campo à beira de um ataque de nervos. Vão encarar a Nigéria em São Petersburgo precisando vencer e de olho no que rola em Rostov. E não será barbada bater os africanos. Além disso, terão de torcer para a Croácia não perder para a Islândia. Será a última chance de Messi assumir o seu protagonismo na história da Argentina.

DEFINIÇÕES – O Uruguai confirmou a força da dupla Suárez e Cavani e passou o rodo nos donos da casa. A Rússia caiu na real ao encarar um adversário mais forte. Portugal correu riscos contra o Irã e vai encontrar os uruguaios agora. Ruim para os dois. Já a Espanha está devendo no Mundial. Jogou pouco de novo e só empatou, no sufoco, com Marrocos, e terá os russos pela frente. Parada menos indigesta para os espanhóis.

PALPITÃO DA COPA – Será dramático como um tango. Todos os olhares da Rússia estarão mirando a Argentina nesta terça. Acredito que os hermanos ganham da Nigéria. Aposto ainda que nossos vizinhos terão uma ajuda da Croácia, que não vai entregar para a Islândia. A França fecha a fase de grupos com 100%. Mesmo com a derrota, os dinamarqueses passam de fase. Peru e Austrália empatam.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros