Zé Alberto Andrade: "Nada acontece por acaso na Seleção" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Zéleção Canarinho12/06/2018 | 07h00Atualizada em 12/06/2018 | 07h00

Zé Alberto Andrade: "Nada acontece por acaso na Seleção"

Folga dos jogadores foi estrategicamente anunciada logo depois do amistoso em Viena

Zé Alberto Andrade: "Nada acontece por acaso na Seleção" Twitter/Reprodução
Deu praia em Sochi Foto: Twitter / Reprodução

Nada acontece por acaso na Seleção Brasileira. A folga dos jogadores na segunda-feira pós chegada a Sochi não estava na programação oficial da delegação, mas já figurava na ideia da comissão técnica e foi estrategicamente anunciada logo depois do amistoso em Viena. 

Além de relaxar o grupo que chegou na madrugada russa, a boa notícia para os boleiros se deveu ao bom desempenho nos amistosos e à necessidade de um último momento de liberdade antes do início da Copa. Foi como um presente ao grupo, como outros que já foram dados desde que Tite assumiu o comando. 

SEGREDOS DO SOM _ O conceito de treino fechado para a comissão técnica da Seleção Brasileira está muito claro. Ao invés de ser um trabalho para não ser visto, é uma atividade de grupo para não ser ouvida. Segundo Tite e seus assistentes, a intimidade necessária é muito maior nas instruções e na comunicação oral entre os atletas do que no visual com possíveis segredos nos táticos ou de escalação. 

Mais uma vez, tal qual na Granja Comary, o campo de treinamentos da equipe permite a visualização do que está sendo feito no gramado de fora da área restrita, inclusive de cima de um viaduto que cerca o complexo esportivo de Sochi. Apenas três treinos estão previstos para serem totalmente fechados em Sochi. 

DUPLA GRE-NAL LIGADA _ Dois exemplos claros de que profissionais dos clubes não se desligam totalmente deles, mesmo quando estão numa Copa do Mundo, foram dados na Seleção Brasileira por Geromel e Mauricio Dulac. O zagueiro do Grêmio colocou em suas redes sociais uma saudação aos colegas pela vitória tricolor sobre o América-MG, no último domingo. Já o assistente técnico de Odair Hellmann era pura alegria e comentava com detalhes no hotel da Seleção o triunfo colorado na Vila Belmiro. 

MONTANHA RUSSA 

NO ALTO

Sochi _ Cidade escolhida para ser casa do Brasil impressiona pela beleza e na qualidade de serviços oferecidos. Unanimidade positiva entre todos que acompanham a Seleção. 

DESPENCANDO 

Entusiasmo dos russos com a seleção nacional _ O vexame da Copa das Confederações e o desempenho nos amistosos faz crescer o temor da dona da casa ficar de fora do Mundial ainda na primeira fase. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros