Cléber Grabauska: "Título foi merecido para os franceses" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da Galera16/07/2018 | 10h21Atualizada em 16/07/2018 | 11h02

Cléber Grabauska: "Título foi merecido para os franceses"

A França teve mais time, mais repertório e, acima de tudo, eficiência

Cléber Grabauska: "Título foi merecido para os franceses" JEWEL SAMAD / AFP/AFP
A França tem uma grande safra que pode fazer em 2022 uma Copa ainda melhor Foto: JEWEL SAMAD / AFP / AFP

Ficou tudo no seu devido lugar. França campeã. Croácia vice. Griezmann foi escolhido o nome do jogo, Modric, o craque da Copa, e Mbappé, a revelação. A França teve mais time, mais repertório e, acima de tudo, eficiência. Chutou cinco vezes e marcou quatro gols. A Croácia começou melhor. 

Leia mais
Neto Fagundes: "Poucas pessoas colocariam essa decisão no bolão da firma"
Guerrinha: "Não teremos um campeão mundial que empolgou"

Mas um gol contra e um pênalti assinalado com o uso do VAR transformaram-se num peso muito grande para um time que encarou os franceses de igual para igual, mas foi perdendo fôlego à medida que o adversário avançava no placar. 

A França, sem ser espetacular, mereceu o título. Tem uma grande safra que pode fazer em 2022 uma Copa ainda melhor. Já a Croácia viveu seu apogeu na Rússia, e dificilmente terá reposição à altura para nomes como Modric, de 32 anos, e Rakitic, de 30. 

Novidades

O treino de sábado no CT do Parque Gigante apresentou duas boas novidades no Inter. O garoto Sarrafiore participou de sua primeira atividade com o grupo de cima, e a impressão é de que sua adaptação está ocorrendo mais rápida do que se imaginava. 

Já D’Alessandro fez o treino em campo reduzido, dando esperanças de que tenha condições de jogar quinta- feira contra o Atlético-PR. 

Maratona

O jogo contra o Atlético- MG marca o início da maratona do segundo semestre gremista, com três competições ao mesmo tempo. Até o final do mês, o Brasileiro será prioridade. Renato utilizará os jogos de julho para consertar detalhes que envolvem a saída de Arthur, a chegada de Marinho e o desempenho de André. A partir de agosto, com Copa do Brasil e Libertadores, o bicho vai pegar.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros