Guerrinha: "Brasil precisa de uma liderança para o futuro" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra total09/07/2018 | 07h00Atualizada em 09/07/2018 | 07h00

Guerrinha: "Brasil precisa de uma liderança para o futuro"

Seleção tem de contar com um capitão, um xerife

Guerrinha: "Brasil precisa de uma liderança para o futuro" Roman Kruchinin/AFP
Thiago Silva e Miranda dividiram a braçadeira na Rússia Foto: Roman Kruchinin / AFP

Ninguém perde por acaso.

Após a eliminação para a Bélgica, começaram as críticas aos jogadores e à comissão técnica. São coisas comuns no futebol brasileiro, que ainda não descobriu que está atrasado em relação aos europeus e precisa achar o caminho para recuperar o drible e a ousadia, que sempre fizeram a diferença e estão em falta desde 1982.

Leia mais
Sob aplausos, parte da Seleção Brasileira desembarca no Rio
Craques em ascensão assumem protagonismo das semifinais da Copa do Mundo
Europeus decidirão Copa do Mundo pela oitava vez na história

Nossa Seleção também precisa encontrar um capitão, um líder, um xerife. Uma voz capaz de alterar a rota na hora do aperto dentro de campo e não ficar elegendo um por jogo, por prestígio, mas que não altera coisa nenhuma na encrenca.

VICE – Tudo pode acontecer. Quem viu as vitórias da Inglaterra, no tempo normal, diante de uma limitada Suécia, e da Croácia, nas penalidades, contra a Rússia, certamente está cheio de dificuldades para definir quem vai garantir, entre as duas seleções, lugar na grande final da Copa.

O que parece certo é que o ganhador dessa disputa vai ficar com o vice-campeonato na Rússia.

Perguntinha

Só o Fernandinho perdeu para a Bélgica?


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros