Lelê Bortholacci: "Jamais vou aceitar como desculpa para derrota um erro de arbitragem" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Colorada28/07/2018 | 07h00Atualizada em 28/07/2018 | 07h00

Lelê Bortholacci: "Jamais vou aceitar como desculpa para derrota um erro de arbitragem"

 Assim como fomos prejudicados na quinta-feira (19), outras vezes já fomos beneficiados

Lelê Bortholacci: "Jamais vou aceitar como desculpa para derrota um erro de arbitragem" RAMON BITENCOURT/O TEMPO/ESTADÃO CONTEÚDO
Expulsão de D'Ale e o pênalti não marcado no fim do jogo poderiam ter mudado a história da partida Foto: RAMON BITENCOURT / O TEMPO/ESTADÃO CONTEÚDO
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Foi uma verdadeira ducha de água fria na torcida. A fraca atuação contra o América-MG abriu o leque de questionamentos sobre as escolhas de Odair Hellmann. A opção de entrar sem um volante "guardião" na frente da área custou caro, pois foi exatamente por ali que aconteceram os dois gols dos mineiros. A ausência de um articulador também foi muito questionada pela torcida, pois o time só começou a criar após a entrada de D'Alessandro. Também entendo que já poderíamos ter voltado do intervalo com mudanças.

É óbvio que os equívocos da arbitragem não podem ser desconsiderados do contexto da partida, pois a expulsão de D'Ale e o pênalti não marcado no fim do jogo poderiam ter mudado a história da partida. Mas eu jamais vou aceitar como desculpa para uma derrota um erro de arbitragem. Assim como fomos prejudicados na quinta-feira, outras vezes já fomos beneficiados. Como eu sempre digo no Bola nas Costas: "a banca paga e recebe". Time que quer ser campeão, tem que passar por cima desses erros. 

Oportunidade a Juan Alano

É hora de analisarmos os erros e corrigi-los. Domingo (29), tem jogo em casa, contra o Botafogo, que não faz um bom campeonato. É obrigatório somar três pontos. Uma simples vitória mantém o Inter na briga pelas primeiras posições. Volta Rodrigo Dourado e, com ele, a proteção em frente à área, mas D'Ale está fora. Precisaremos de um articulador. 

Gostaria muito de poder ver Juan Alano atuando nessa função. Mas, ao que parece, o garoto não é o primeiro da fila. Quem sabe Odair não dá a ele esta oportunidade no domingo?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros