Luciano Périco: "A vida continua na Copa do Mundo" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante na Rússia09/07/2018 | 07h00Atualizada em 09/07/2018 | 07h00

Luciano Périco: "A vida continua na Copa do Mundo"

Seleção perdeu ótima chance de conquistar o hexa na Rússia

Luciano Périco: "A vida continua na Copa do Mundo" Johannes Eisele / AFP/AFP
Mbappé é um dos grandes nomes que segue no Mundial Foto: Johannes Eisele / AFP / AFP

Agora restam apenas França, Bélgica, Inglaterra e Croácia. Pelo que cada uma das seleções apresentou durante a Copa do Mundo, dá uma tristeza saber que o Brasil foi eliminado, pois tinha condições de conquistar o hexa. Paciência: faltou colocar a bola na casinha e, no fim das contas, os belgas mereceram.

Por isso, agora é importante projetar a sequência de Tite. Pode-se discutir algumas decisões do treinador durante o Mundial, como a permanência de Gabriel Jesus no ataque, mesmo sem ele dar uma boa resposta.

Leia mais
Craques em ascensão assumem protagonismo das semifinais da Copa do Mundo
Europeus decidirão Copa do Mundo pela oitava vez na história
CBF repudia ataques racistas contra Fernandinho após eliminação na Copa do Mundo

Vale sempre lembrar que, quando o cara assumiu, a Seleção estava fora da zona de classificação nas Eliminatórias. É o momento de dar quatro anos de trabalho, com o primeiro desafio na Copa América em 2019, na nossa casa, e a Olimpíada de 2020.

RECOMEÇO – É inevitável pensar que o novo ciclo da Seleção Brasileira tem de iniciar por Neymar. Ele ainda é a estrela da companhia. Na Copa do Catar, ele estará com 30 anos. Outros personagens que estiveram na Rússia também estarão na mira, como Douglas Costa, Gabriel Jesus, Marquinhos, Firmino, Fred, Alisson e Ederson. Pela idade, todos podem estar à disposição.

NOVIDADES – Se continuar no cargo, Tite tem muitos jogadores surgindo e que podem receber oportunidades na Seleção Brasileira. Começamos por Arthur, que está indo para o Barcelona. Luan, do Grêmio, Zeca, do Inter, Vinícius Junior e Lucas Paquetá são outros atletas que entram na mira. Não dá pra descartar Paulinho, ex-Vasco e que está no futebol alemão e Rodrygo, que deixou o Santos. Gente boa pintando na área.

PALPITÃO DA COPA – A França chegou entre os quatro melhores do Mundial jogando menos do que a Bélgica. Venceu o Uruguai com gol de bola parada e em uma falha gritante de Muslera.

Os belgas foram cirúrgicos contra o Brasil. A camisa francesa pode pesar, mas os Diabos Vermelhos têm mais bola.

Do outro lado, vai dar Inglaterra sobre a Croácia. Mesmo com bons jogadores, os croatas chegam na semifinal aos trancos e barrancos, dependendo dos pênaltis.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros