Raquel Saliba: "Chegou o dia" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão colorada19/07/2018 | 07h00Atualizada em 19/07/2018 | 07h00

Raquel Saliba: "Chegou o dia"

A única verdade que importa é: 11 jogadores com farda vermelha e branca irão entrar em campo 

Raquel Saliba: "Chegou o dia" Lauro Alves/Agencia RBS
É tudo contigo, Odair Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Depois de tanto sofrimento, nem acredito que já posso escrever que hoje tem jogo. Mas, sim, hoje tem jogo a partir das 21h, contra o Atlético-PR, lá em Curitiba, na Arena da Baixada. Até pensei em escrever algo sobre como chegam os dois times para a partida mas, querem saber? Nada disso importa muito agora.

Se o Inter vai mudar o esquema que vinha jogando antes da parada para a Copa do Mundo em função da ausência de alguns jogadores? Pois é. Se é bom para a gente o fato do adversário vir de derrotas consecutivas e lá da zona de rebaixamento? Pois é. Se nós estarmos vindo de uma sequência tão positiva influencia também? Pois é. Se eu vou sofrer um pouco de saudades do D'Alessandro? Pois é (vou, óbvio).

A única verdade que importa é: 11 jogadores com farda vermelha e branca irão entrar em campo para pontuar e marcar gols. E que nós estaremos, talvez, abraçados na televisão, apenas esperando o apito inicial para gritar um "vamo, Inter" e torcer feliz.

Só falta uma coisa

Uma saudade que persistirá por mais uns dias, no entanto, é a do Gigante. Só na próxima segunda-feira é que assassinaremos este sentimento que, ao menos a mim, doeu no peito toda vez que vi qualquer pelada acontecendo em uma esquina ou praça da cidade.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros