Cacalo: "Grêmio tem sido um clube diferenciado neste país" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão tricolor01/08/2018 | 07h00Atualizada em 01/08/2018 | 07h00

Cacalo: "Grêmio tem sido um clube diferenciado neste país"

Clube pode obter neste ano o hexa inédito da Copa do Brasil

Cacalo: "Grêmio tem sido um clube diferenciado neste país" Fernando Gomes/Agencia RBS
Em 2016, Grêmio conquistou o penta da Copa do Brasil Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Historicamente, o Grêmio tem sido um clube diferenciado neste país. Não estou emitindo opinião. Quero relacionar fatos e conquistas extraordinárias. É um dos clubes com o maior número de títulos em caráter nacional. Nesta Copa do Brasil, que jogamos na noite desta quarta-feira (1), estamos em busca do hexa — façanha que, se obtida, será inédita. 

Aliás, ineditismo como tantas outras conquistas do Grêmio. Na Libertadores, somos tricampeões, e o máximo que outros clubes grandes conseguiram foi se igualar ao Grêmio. Nem o Gauchão, que há muito tempo não tínhamos a obsessão de conquistá-lo, por sonhos maiores, neste 2018 fomos campeões

Faço esse breve resumo com o objetivo, talvez desnecessário, de lembrar a toda a nação tricolor da importância do jogo contra o Flamengo. Como escrevi na segunda-feira (30), já batemos o time rubro-negro de Romário, Sávio, Júnior Baiano e outros tantos craques. Agora, estamos enfrentando Diego, Éverton Ribeiro e Lucas Paquetá, só para citar algumas das estrelas flamenguistas. 

Vamos lotar a Arena

É uma equipe muito forte e atual líder do Brasileirão. Porém, confiamos nos nossos atletas. E na noite desta quarta, mais do que nunca, eles terão o apoio inconteste e participativo ao extremo da extraordinária torcida tricolor. 

Vamos lotar a Arena. Vamos incentivar nossa equipe. Vamos buscar um resultado positivo, para que possamos obter uma vantagem, mínima que seja, para a decisão no segundo jogo. Não queremos ver uma única cadeira vazia no estádio. A reciprocidade entre atleta e torcedor deverá ser total.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros