Cacalo: "Não canso de reclamar do calendário da CBF e da Conmebol" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão tricolor25/08/2018 | 07h00Atualizada em 25/08/2018 | 07h00

Cacalo: "Não canso de reclamar do calendário da CBF e da Conmebol"

Além disso, convocação da Seleção Brasileira pune os melhores clubes por terem bons jogadores

Cacalo: "Não canso de reclamar do calendário da CBF e da Conmebol" Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação
Na lista de Tite para dois amistosos em setembro, Everton desfalca o Grêmio em duas partidas do Brasileirão Foto: Lucas Figueiredo / CBF/Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Não canso de reclamar do calendário da CBF e da Conmebol no que diz respeito às competições em que participam os clubes brasileiros. Não bastasse isto, agora temos a absurda e despropositada convocação da Seleção Brasileira para amistosos caça-níqueis de atletas que estão disputando campeonatos importantes e desfalcam suas equipes. 

Leia mais
Jael e André ficam fora de parte do treino do Grêmio e devem ser poupados contra o Atlético-PR
Pepê vê "encaixe" dos reservas do Grêmio e espera Atlético-PR "com sangue no olho"
Árbitro paraguaio apita jogo de volta entre Grêmio e Estudiantes

Como já foi dito, cria-se um irreparável prejuízo aos clubes que pagam esses jogadores, e injustos benefícios para aqueles que não têm nenhum convocado. E, mesmo diante de reclamações e revolta geral, tudo permanece como está. 

Mas o José Maria Marin (ex-presidente da CBF) está condenado e preso nos Estados Unidos, e Marco Polo Del Nero (presidente afastado) não pode sair do país, sob pena de prisão. Os mandões da CBF estão pagando pelos crimes que cometeram contra o futebol brasileiro. E não são os únicos. 

Haja elenco

Em face disso, o Grêmio, na condição de tricampeão da Libertadores e participando da competição atual, paralelamente aos demais campeonatos, arca com esse prejuízo da simultaneidade de jogos. E isso que já saímos da Copa do Brasil, no dia 15 de agosto. 

Os maiores candidatos ao título do Brasileirão têm somente esse torneio para jogar. Enquanto isso, o Grêmio, assim como outras equipes, seguem em duas frentes: no fim de semana, jogam pelo Campeonato Brasileiro e na terça ou quarta-feira, pela Libertadores. Haja elenco e condição física e emocional para se manter em condições de fazer boa campanha.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros