Lelê Bortholacci: "Um novo problema para o torcedor colorado" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Colorada03/08/2018 | 07h00Atualizada em 03/08/2018 | 07h00

Lelê Bortholacci: "Um novo problema para o torcedor colorado"

Nova orla do Guaíba acumula público em região próxima ao estádio do Inter, e isso obriga o torcedor a sair mais cedo de casa

Lelê Bortholacci: "Um novo problema para o torcedor colorado" Carlos Macedo/Agencia RBS
Segundo a EPTC, mais de 30 mil pessoas, por dia, estão indo à nova orla do Guaíba nos finais de semana de tempo bom Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

No último domingo, ao me dirigir para o Beira-Rio, enfrentei um problema até então inexistente: a nova orla do Guaíba. Nada contra a obra, muito pelo contrário. Sou da opinião, inclusive, que ela deveria ser continuada até o extremo da Zona Sul. 

O que ocorre é que agora temos outro grande público que vai para a mesma região da cidade ao mesmo tempo em que a torcida se desloca para o estádio. 

Segundo a EPTC, em torno de 30 a 35 mil pessoas, por dia, estão indo à nova orla do Guaíba nos finais de semana de tempo bom. E os acessos são os mesmos para quem vem da Região Metropolitana e do centro da cidade. 

No domingo, eu vinha de Canoas. Saí de lá às 15h10min, para o jogo das 16h. Quando cheguei na altura da ponte do Guaíba, pela Avenida da Legalidade, o trânsito parou. E se arrastou. Olhava para os lados e a maioria dos carros tinha pessoas com camisas do Inter, que, com certeza, também foram surpreendidas. Cheguei ao Beira-Rio às 16h25min. 

Fica a dica pra você, torcedor colorado, que vai aos jogos e se desloca pela Avenida Edvaldo Pereira Paiva ou pelas vias que vão do Centro ao estádio: antecipe a sua saída, principalmente se o jogo for sábado ou domingo à tarde.

D'Alessandro no banco

Vai se definindo o time do Inter para o confronto contra o Atlético-MG, na próxima segunda-feira. No treino de quinta-feira (2), manteve-se quase todo a equipe que venceu o Botafogo, o que configura D'Alessandro na reserva. Como se sabe, o gringo ainda não tem condições para atuar os 90 minutos. A decisão será do técnico Odair Hellmann.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros