Luciano Périco: "Gol de Kannemann foi fundamental para manter o Grêmio vivo" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da Galera08/08/2018 | 07h00Atualizada em 08/08/2018 | 07h00

Luciano Périco: "Gol de Kannemann foi fundamental para manter o Grêmio vivo"

Se jogar o futebol de qualidade que estamos habituados a ver, a equipe gaúcha tem totais condições de seguir na Libertadores

Luciano Périco: "Gol de Kannemann foi fundamental para manter o Grêmio vivo" JAVIER GONZALEZ TOLEDO/AFP
Zagueiro marcou de cabeça, no fim do primeiro tempo Foto: JAVIER GONZALEZ TOLEDO / AFP

A atuação do Grêmio foi ruim em Quilmes. Faltou intensidade. Isso não pode acontecer em partida decisiva de Libertadores. Os argentinos abusaram da catimba. O Tricolor entrou na pilha dos caras e não conseguiu se impor. 

Pelo saldo qualificado, o gol de Kannemann foi fundamental para manter o Grêmio vivo. Se jogar o futebol de qualidade que estamos habituados a ver, a equipe gaúcha tem totais condições de seguir na Libertadores. 

O Estudiantes abriu 2 a 0, o Grêmio descontou. Na etapa final, as melhores chances ainda foram com André e Jael. O time de La Plata administrou. Everton fez muita falta. Pepê sentiu a pressão. Luan esteve sumido da partida. Por fim, deixo algumas questões. Por que Cícero e não Jailson? Por que Marcelo Oliveira e não Cortez? Por que André e não Jael?

ACIMA DO ESPERADO

Ressabiado com as eliminações no Gauchão e na Copa do Brasil, nem o colorado mais fanático apostaria que o time do técnico Odair Hellmann brigaria pela ponta de cima da tabela do Brasileirão. O Inter namora firme com a vaga na Libertadores do ano que vem e já sonha com o título. Até se falava em novo rebaixamento nesta temporada, o que nunca acreditei.

Contrariando as previsões do início do ano, depois de um começo difícil, o Colorado faz uma campanha sólida no Campeonato Brasileiro. Vive um período de maturidade com base no trabalho do treinador. Ele é o avalista do bom momento. Claro que, por vezes, oscila como qualquer equipe. 

Se tornou um visitante indigesto: quatro vitórias fora do Beira-Rio. Com 32 pontos, fecha o turno contra Fluminense (F) e Paraná (C), e pode iniciar o returno em ótima situação.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros