Guerrinha: "Inter precisa repensar algumas coisas se quiser botar a mão no caneco" - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 

Guerra Total18/09/2018 | 07h00Atualizada em 18/09/2018 | 07h00

Guerrinha: "Inter precisa repensar algumas coisas se quiser botar a mão no caneco"

Algumas peças deixaram muito a desejar e até podem perder lugar entre os titulares para o jogo do próximo domingo, contra o Corinthians

Guerrinha: "Inter precisa repensar algumas coisas se quiser botar a mão no caneco" Sirli Freitas/Chapecoense
Patrick, mais uma vez, não fez um grande jogo Foto: Sirli Freitas / Chapecoense

Faltou quase tudo. Num jogo em que tinha a chance de assumir a liderança isolada do Brasileirão, o Inter jogou para se defender, ousou muito pouco e, apesar de ter largado na frente, levou a virada da Chapecoense, perdeu pênalti, o jogo e mostrou que precisa repensar algumas coisas se quiser botar a mão no caneco.

Nessa derrota, que pode fazer muita falta na hora de fechar a conta, algumas peças deixaram muito a desejar e até podem perder lugar entre os titulares para o jogo do próximo domingo, contra o Corinthians, que agora vale muito mais.

INTELIGÊNCIA

É só o primeiro round. Na noite desta terça-feira (18), na Argentina, o Grêmio encara o Atlético Tucumán, nos primeiros 90 minutos da briga que vai definir quem fica mais perto da semifinal e do sonho do título da Libertadores.

Com uma escalação diferente, contra um adversário que vai pressionar, tentar sair em vantagem na disputa, é fácil imaginar que o time do técnico Renato Portaluppi será inteligente e entenderá que o mais importante é chegar vivo para decidir na Arena.

INCRÍVEL

Poucas vezes acontece. Ao contrário do que se imaginava, o Ceará conseguiu uma incrível reação com a chegada do técnico Lisca e já está merecendo salvar a pele do nada agradável rebaixamento à Segundona. Claro que ainda está indefinido, mas o Vovô merece se livrar do castigo.

ENCRENCA

Pode ficar ainda pior. Fora de casa, logo mais, o Juventude enfrenta o Atlético-GO, que está tentando voltar à elite. Não custa acreditar, porém, que a equipe de Luiz Carlos Winck possa melhorar e começar a sair do enrosco em que está metido na Série B.

PERGUNTINHA

O Corinthians vai poupar contra o Inter?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros