Lelê Bortholacci: "Inter terá muitos problemas para domingo" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão colorada30/10/2018 | 07h00Atualizada em 30/10/2018 | 07h00

Lelê Bortholacci: "Inter terá muitos problemas para domingo"

Odair Hellmann precisa superar diversos desfalques contra o Atlético-PR

Lelê Bortholacci: "Inter terá muitos problemas para domingo" Raphael Gomes / Agência RBS/Agência RBS
Grupo começou os trabalhos para o próximo jogo nesta segunda-feira (29) Foto: Raphael Gomes / Agência RBS / Agência RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Que o pênalti inventado pro Vasco nos tirou dois pontos, todo mundo já sabe. O que nem todo mundo se deu conta foram as consequências além da tabela. Irritados e indignados com a marcação da penalidade, Dourado e Edenilson reclamaram veementemente do árbitro, foram punidos com cartões amarelo e vermelho, respectivamente, e desfalcam o time contra o Atlético-PR.

Leia mais
Inter se reapresenta ainda sem Leandro Damião e Pottker
Iago diz que "não faltou nada" para o Inter vencer o Vasco e volta foco para o Atlético-PR
Promovido por D'Ale, Lance de Craque tem zagueiro Lúcio como reforço na 5ª edição; saiba quem são os convidados 

Vejam o tamanho do prejuízo que um erro de arbitragem desses pode causar num campeonato. Os dois estavam com razão em suas reclamações, mas os intocáveis árbitros de futebol, estes seres superiores, não podem ser questionados nem quando erram. Defendem-se da reação dos prejudicados os prejudicando mais ainda, punindo-os.

Tudo bem, pelo relato da súmula, a reclamação de Edenilson foi ofensiva e extrapolou o aceitável, mas não tenho como condenar a atitude do meia colorado. Jogadores são seres humanos e têm sentimentos. Trabalham duro para conseguir seus objetivos e, às vezes, veem tudo ir por água abaixo por um erro grotesco de quem tem a autoridade máxima dentro do campo de jogo.

Com a suspensão de dois titulares absolutos de nosso tripé do meio, Odair ficou apenas com Patrick e vai ter de inovar montando o setor com jogadores que não são volantes de origem. Como, por exemplo, Zeca ou Uendel.

Opções para improvisação

Ambos já atuaram como volantes e me lembro que se saíram bem, coincidentemente, em dois Gre-Nais na Arena: Zeca no primeiro turno do Brasileirão deste ano e Uendel no Gauchão do ano passado.

Assine GaúchaZH e fique por dentro de tudo o que acontece com a dupla Gre-Nal. Acesso ilimitado ao site!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros