Luciano Périco: "Brasileirão ainda está longe do fim para a dupla Gre-Nal" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da Galera12/10/2018 | 07h00Atualizada em 12/10/2018 | 07h00

Luciano Périco: "Brasileirão ainda está longe do fim para a dupla Gre-Nal"

Resultados de domingo não vão definir a vida de Grêmio e Inter no campeonato

Luciano Périco: "Brasileirão ainda está longe do fim para a dupla Gre-Nal" Félix Zucco/Agencia RBS
Renato enfrenta o Palmeiras com o Grêmio no Pacaembu Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Mesmo com todas as ideias definitivas acerca das consequências dos resultados do jogos de domingo, afirmo, sem medo de cometer qualquer exagero, que o fim não estará próximo em caso de revés da dupla Gre-Nal. Independentemente do que acontecer nos resultados de Inter x São Paulo e Palmeiras x Grêmio, restarão mais nove rodadas, e muita coisa pode acontecer.

Leia mais
Roger Flores: "Dupla Gre-Nal deixou pontos importantes na última rodada"
Juninho Capixaba valoriza técnico do Grêmio e não teme Felipão: "Nós temos o Renato"
Dourado e Damião participam de treino fechado do Inter e aumentam chances de jogar contra o São Paulo

Se tivermos o pior dos mundos para a Dupla, o Tricolor pode ficar a oito pontos da liderança do Verdão. Pelo lado colorado, a diferença, em caso de tropeço, seria de seis com vitória do time de Felipão. Portanto, não veremos o mundo acabando se o Inter levar uma cacetada do São Paulo no Beira-Rio, assim como ficará longe de ser o fim se o Palmeiras der uma pancada no Grêmio em pleno Pacaembu.

Odair Hellmann, Inter
Odair comanda o Inter contra o São Paulo no Beira-RioFoto: Ricardo Duarte / Inter/Divulgação

O OUTRO LADO – Da mesma forma, vitórias contundentes dos times daqui no domingo não garantem paz na briga pelo título. Mesmo sendo chavão: ainda terá muita água para passar por debaixo da ponte. Nada será definitivo. Muito menos pelos números.

Os rivais ainda terão tempo de recuperação. Empates de Inter e Grêmio deixam tudo como está e transferem emoções para as rodadas seguintes. Em termos de adversários, a caminhada do Colorado parece mais tranquila do que a do Tricolor.

Resumindo: nem a euforia extrema e nem o desespero avassalador. Bons resultados encaminham coisas positivas na vida de cada um. Mas os maus desempenhos não sepultam os sonhos da Dupla. Só que, a partir de agora, o erro custará muito caro e o acerto é um passo firme rumo à felicidade. É hora da força, foco e fé.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros