Luciano Périco: "Chama o D'Alessandro, Odair" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da Galera13/10/2018 | 07h00Atualizada em 13/10/2018 | 07h00

Luciano Périco: "Chama o D'Alessandro, Odair"

Argentino tem que ir para o jogo entre Inter x São Paulo no Beira-Rio

Luciano Périco: "Chama o D'Alessandro, Odair" Ricardo Duarte / Inter/Divulgação/Inter/Divulgação
O 10 sabe o que faz Foto: Ricardo Duarte / Inter/Divulgação / Inter/Divulgação

Todo mundo sabe da importância de Cuesta na zaga colorada. Ainda mais sem a presença de Moledo, seu fiel escudeiro. É indiscutível o acréscimo da volta de Dourado no tripé do meio, ao lado de Edenilson e Patrick. O Pantera já mostrou que pode mais, em termos de desempenho. Uendel até pode pintar na vaga de Iago. Me agrada, como já aconteceu com Fabiano no lugar de Zeca.

Leia mais
Roberto Melo projeta duelo contra o São Paulo: "Será a primeira de dez finais que teremos"
Por que temer Diego Aguirre, adversário do Inter na 29ª rodada do Brasileirão
Odair fala em buscar variações táticas no Inter: "Estamos abertos a isso"

Sem Damião 100%, o ataque seria de Nico López e Pottker. Se estiver ok, o camisa 9 pode ficar com a vaga de Pottker. Mas nada disso terá sentido, nenhum mesmo, se D’Alessandro ficar no banco. É a hora de escalar o gringo desde o início, testar de vez a tão falada dificuldade física para o ritmo da partida. Eu aposto que o argentino aguenta. E mais: resolve! E aí, Odair Hellmann? Qual vai ser?

QUEBRA-CABEÇA – Não ter seis titulares, numa decisão, é um pesadelo. A lista das baixas de Renato Portaluppi para pegar o Palmeiras tem atletas de todos os setores: Grohe, Léo Moura, Kannemann, Cortez, Ramiro e Everton. É a hora do grupo.

O Verdão também terá ausências. Os milhões despejados pela parceira dão a Felipão opções de alto cacife do meio para frente, com Moisés, Thiago Santos, Bruno Henrique, Willian, Dudu e Deyverson. Mas o Tricolor tem boas soluções. Paulo Victor entra bem, Leonardo Gomes cresceu de produção e Bressan encarou final de Libertadores.

Sem Cortez, joga a experiência na defesa, com Marcelo Oliveira. Não tem Ramiro? Tem Thaciano. Ou Marinho, ou Matheus Henrique. Alisson será Everton, mais Luan e Jael. Com certeza, dá para competir e surpreender o Palmeiras.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros