Luciano Périco: "Empate tenso do Inter em São Januário" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da Galera27/10/2018 | 07h00Atualizada em 27/10/2018 | 07h00

Luciano Périco: "Empate tenso do Inter em São Januário"

Mais uma vez, colorados reclamaram muito da arbitragem depois do jogo contra o Vasco

Luciano Périco: "Empate tenso do Inter em São Januário" Ricardo Duarte/SC Internacional
Nico López não conseguiu ter sucesso na disputa com Werley Foto: Ricardo Duarte / SC Internacional

Para quem quer brigar pelo título, o Inter jogou pouco contra o Vasco. Vamos combinar que o Colorado tem muito mais recursos técnicos do que o time carioca, que está cambaleando para fugir do Z-4.

Leia mais
Três pênaltis e muita polêmica: a arbitragem no empate entre Vasco x Inter
Presidente do Inter diz que vai liderar movimento para ter VAR no final do Brasileirão
Inter sai na frente e cede empate para o Vasco em pênalti polêmico

A opção inicial por Rossi como substituto de Damião não foi a melhor escolha. Nico López rendeu menos. No ataque, o Inter fez um mau primeiro tempo. Começou a chegar com mais de perigo após a entrada de Jonatan Alvez. E foi o uruguaio quem fez 1 a 0.

Teve bronca com a arbitragem pelo pênalti marcado para o Vasco empatar. Juiz fraco. O ponto somado é mais um tijolo na construção de uma vaga direta na Libertadores 2019. Agora o Inter fica de olho no duelo entre Flamengo e Palmeiras. O melhor resultado será se o Verdão não vencer. Ainda não dá para o Colorado jogar a toalha.

O GRÊMIO IDEAL – Everton e Luan correm contra o tempo para estar em campo contra o River Plate, pela Libertadores. Todos os indícios dão conta de que o Cebolinha está mais próximo de atingir o objetivo. Pelo desempenho em Buenos Aires, Michel merece ganhar um lugar no meio-campo. Aumenta o poder de marcação e turbina a bola aérea.

Penso que não é hora de mexer em Maicon, Cícero e Ramiro. Alisson, que tem sido extremamente importante na caminhada gremista, poderia permanecer na equipe se for confirmada a ausência de Luan. Caso contrário, é uma ótima peça de reposição.

Mudaria a formatação do ataque sem a presença de Jael, o atacante de referência. Resumindo: do meio para frente o Grêmio seria escalado com Michel, Maicon, Cícero, Ramiro, Everton e Luan.

Assine GaúchaZH e fique por dentro de tudo o que acontece com a dupla Gre-Nal. Acesso ilimitado ao site!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros