Luciano Périco: "Inter precisa apostar no esquema 2-2-2-2-2" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da Galera04/10/2018 | 07h00Atualizada em 04/10/2018 | 07h00

Luciano Périco: "Inter precisa apostar no esquema 2-2-2-2-2"

Solução mais equilibrada para superar os desfalques é usar jogadores que vêm atuando

Luciano Périco: "Inter precisa apostar no esquema 2-2-2-2-2" José Alberto Andrade / Agência RBS/Agência RBS
Odair Hellmann tem problemas para a escalação do time que encara o Sport Foto: José Alberto Andrade / Agência RBS / Agência RBS

Cinco será o número de desfalques de Odair Hellmann para encarar o Sport. Fora de combate já estavam Moledo, Cuesta, Edenilson e Damião. Gabriel Dias também não viajou para Recife.

Leia mais
Sarrafiore é relacionado e pode estrear pelo Inter contra o Sport
"Nosso grupo é muito bom", destaca Iago sobre o time do Inter que enfrentará o Sport
Pelo Campeonato Brasileiro, Inter não vence o Sport fora de casa desde 2012

Na remontagem, proponho a criação do “esquema do dois” para os homens de linha. Dois zagueiros, dois laterais, dois volantes, dois meias e dois atacantes. Simples. Além de Lomba, o time seria escalado com Klaus e Emerson Santos, Fabiano e Iago, Dourado e Patrick, Camilo e D’Alessandro e Nico López e Pottker.

Vamos combinar que é uma formatação mais do que suficiente para trazer três pontos da Ilha do Retiro. Tem firmeza no gol, marcação e saída de bola, criatividade, velocidade e poder de fogo. O importante é Odair simplificar e usar o que já deu certo.

LEÃO FERIDO – Afundado no Z-4, o Sport tem números horripilantes. Nos últimos 15 jogos, são 13 derrotas, um empate e uma vitória. Milton Mendes não contará com atletas vinculados ao Inter, como Léo Ortiz e Ernando. Já Michel Bastos voltou ao grupo. Para transformar a Ilha do Retiro em caldeirão, os ingressos mais baratos custarão R$ 5. Vale tudo para fugir do inferno.

SENSATEZ – O Grêmio ainda aguarda a definição da CBF para a desconvocação de Everton dos jogos da Seleção Brasileira contra Arábia Saudita e Argentina. O trabalho dos dirigentes gremistas nos bastidores é forte. Seria o bom senso entrando em campo. O Tricolor teria um grande prejuízo em não poder contar com o Cebolinha no duelo decisivo contra o Palmeiras.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros