Cacalo: "Everton vai sair um dia, mas, não agora" - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 

Paixão Tricolor21/11/2018 | 07h00Atualizada em 21/11/2018 | 07h00

Cacalo: "Everton vai sair um dia, mas, não agora"

Antes disso, o atacante vai novamente ajudar a colocar o Grêmio em mais uma Libertadores

Cacalo: "Everton vai sair um dia, mas, não agora" Félix Zucco/Agencia RBS
Everton vai ser negociado pela sua capacidade de jogar futebol, de fazer gols e conquistar títulos Foto: Félix Zucco / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Os fatos no futebol são quase sempre curiosos, para não dizer caprichosos. Há alguns meses, depois de mais uma grande atuação de Everton, redigi uma coluna e coloquei como título "Everton é Seleção". Fui criticado por muitos, especialmente pelos especialistas e filósofos do esporte. A alegação era de que tratava-se de uma manifestação de um gremista. 

Leia mais
Grêmio estende estada no Rio por quatro dias, mas "esconde" Renato do Flamengo
No Maracanã, Grêmio tem duas vitórias sobre o Flamengo no século 21
Na mira do futebol inglês, Everton diz quem poderá ocupar sua vaga no Grêmio 

Claro que isso era verdade, pois sou torcedor do Grêmio. Mas isso não me impede de ver o futebol com a razão, em muitos casos. Não sou falso isento e não tento escrever coisas para agradar a quem quer que seja, especialmente quando se tem de cuidar de dois lados, sem autonomia e independência. Minhas modestas previsões acabaram se confirmando. E, para variar, integrando uma panelinha de sempre, não teve as oportunidades que merecia. Mas isso é outro assunto. 

Everton se lesionou, ficou de fora não só da Seleção, mas de partidas importantes do Grêmio. Agora, retorna aos poucos e está retomando sua fase anterior, com gols decisivos. Eis que, nos últimos dias, o que mais se pergunta para o jogador, num momento em que todo o time está focado na vaga direta para a Libertadores, é se ele vai deixar o clube, se vai para a Europa. 

Vaga direta

Ao mesmo tempo, todos dizem que não há proposta, mas as questões são reincidentes. Vou responder: vai sair um dia, mas, não agora. E vai ser negociado pela sua capacidade de jogar futebol, de fazer gols e conquistar títulos. Porém, antes, vai novamente ajudar a colocar o Grêmio em mais uma Libertadores.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros