Cacalo: "Perder para uma equipe do porte do River Plate é absolutamente aceitável" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Tricolor01/11/2018 | 07h00Atualizada em 01/11/2018 | 07h00

Cacalo: "Perder para uma equipe do porte do River Plate é absolutamente aceitável"

Porém, a derrota não poderia acontecer da forma como foi na terça-feira (30)

Cacalo: "Perder para uma equipe do porte do River Plate é absolutamente aceitável" Carlos Macedo/Agencia RBS
River Plate derrotou o Grêmio de virada, dentro da Arena Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Quero me ater somente à partida jogada dentro do campo. Oportunamente, se for o caso, irei me referir aos fatores extracampo, que foram por demais importantes. Inegavelmente, o Grêmio enfrentou um grande adversário. O River Plate é uma belíssima equipe de futebol. 

Leia mais
Retomada do Grêmio no Brasileirão será com time desfalcado contra o Atlético-MG
Passo a passo: o que o VAR viu no polêmico lance do primeiro gol do River contra o Grêmio
Antigo desafeto, Thiago Neves sai em defesa de Bressan

Se deixarmos de lado o sucesso da estratégia adotada pelo Tricolor em Buenos Aires, em face do resultado, podemos afirmar que o time argentino jogou muito bem nos dois jogos, talvez até sendo superior. Em Porto Alegre, o Grêmio tentou repetir o esquema que havia sido aprovado na primeira partida, mas não se deu bem

Há derrotas e derrotas no futebol. Perder para uma equipe do porte do River, também tricampeã da Libertadores, é absolutamente aceitável. Porém, não poderia acontecer da forma como foi na terça-feira. O Grêmio tinha todas as vantagens possíveis, mesmo que mínimas. Não soube aproveitá-las.

Não estou entre aqueles que exigem que o Grêmio ganhe tudo o que participa. Mas, algumas derrotas são inacreditáveis, talvez até inaceitáveis. Essa foi uma delas.

Faltou ousadia

Não estou aqui também para demonizar ou individualizar um culpado, quem quer que seja. Enfatizo o óbvio. Quando ganha, todos ganham. Quando perde, todos perdem. Mas, o Tricolor, sem dúvida, poderia ter sido mais ousado. Preocupou-se prioritariamente com a defesa, tentando garantir a vantagem, e acabou derrotado.

Fomos derrotados pelos critérios e pelo VAR. Mas o que fica para a história é que passou o River Plate. Esperemos, agora, a decisão da Conmebol quanto às irregularidades ocorridas. Precedente há.

Leia outras colunas do Cacalo


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros