Guerrinha: "Grêmio precisa se atirar de corpo e alma no Brasileirão" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra Total06/11/2018 | 07h00Atualizada em 06/11/2018 | 07h00

Guerrinha: "Grêmio precisa se atirar de corpo e alma no Brasileirão"

Tricolor deve esquecer a decisão da Conmebol e focar na disputa pelo G-4

Guerrinha: "Grêmio precisa se atirar de corpo e alma no Brasileirão" LUCAS UEBEL / GR¿?MIO FBPA/GR¿?MIO FBPA
Sem todos os titulares, equipe vai necessitar, como sempre, do apoio das arquibancadas Foto: LUCAS UEBEL / GR¿?MIO FBPA / GR¿?MIO FBPA

Vida que segue. Fora da briga pelo caneco, mas com muita chance de fechar o Brasileirão na turma do G-4, a melhor coisa que o Grêmio tem a fazer é esquecer a decisão da Conmebol e se atirar de corpo e alma na competição nacional.

Tudo começa contra o Vasco, domingo, na Arena, quando o técnico Renato Portaluppi, pelo andar da carruagem, mais uma vez não terá todos os seus titulares e vai necessitar, como sempre, do apoio das arquibancadas.

CONVICÇÃO

Consciente de que o empate não era um bom resultado para o Inter, que alguma coisa tinha de ser feita, o técnico Odair Hellmann não pensou duas vezes: puxou do bolso a convicção, substituiu a referência por um jogador de lado, ganhou vaias e atingiu o objetivo.

Do jeito que tudo acabou, não é exagero dizer que o chefe do vestiário foi o grande responsável pela virada.

OFÍCIO

É do ramo. O gaúcho Tiago Nunes saiu do Beira-Rio mais valorizado do que já estava. Mesmo escalando um time reserva, ele complicou a vida do Inter, provou que conhece o riscado e vai virar objeto de desejo de muita gente em 2019.

CANDIDATO

Entornou o caldo. Com a derrota para o Cruzeiro, o América-MG, que fez um bom bom primeiro turno, entrou na turma do Z-4. Nos seis últimos jogos, o Coelho vai encarar pedreiras e terá de tirar sangue dos dedos para escapar do pior.

PERGUNTINHA

Acabou a gasolina do São Paulo?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros