Luciano Périco: "É hora de admitir que o Inter fez muito mais do que todos imaginavam" - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Gigante da Galera21/11/2018 | 07h00

Luciano Périco: "É hora de admitir que o Inter fez muito mais do que todos imaginavam"

Trabalho capitaneado por Odair Hellmann, seus jogadores e os dirigentes foi além da expectativa

Luciano Périco: "É hora de admitir que o Inter fez muito mais do que todos imaginavam" Jefferson Botega/Agencia RBS
Nem o colorado mais fanático imaginaria um fim de ano com briga pelo título do Brasileirão Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Para o Inter, 2018 era recomeço. A volta por cima após descer até o inferno em 2016, passando pelo purgatório em 2017. A atual temporada seria da reconstrução do time e da autoestima do torcedor. Nem o colorado mais fanático imaginaria um fim de ano com briga pelo título do Brasileiro ou vaga direta na Libertadores. Em abril, com toda a razão, D'Alessandro pedia cautela nas cobranças, descartando o clube como postulante a taça. 

Primeiro, havia uma desconfiança. Na sequência, veio a euforia. O trabalho capitaneado por Odair Hellmann, seus jogadores e os dirigentes foi além da expectativa. No fim, um gostinho de frustração. Mas ela não deveria existir. Na verdade, é hora de admitir que o Inter já fez no Brasileirão muito mais do que todos, sem exceção, imaginavam. 

FATOR LOCAL

O maior reforço do Inter na noite desta quarta-feira (21), contra o Atlético-MG, chama-se Beira-Rio. O Colorado tem sido imbatível na sua casa. É favorito. Por mais que os mineiros não tenham gostado das declarações coloradas, dizendo que o Galo pagaria o pato pela derrota contra o Botafogo. Os caras queriam que o Inter dissesse que vão perder o jogo? Futebol está muito chato. É muito mimimi.

BAITA JOGO

Grêmio e Flamengo farão um duelo de gigantes no Maracanã. Vale muito para o Tricolor. Quem sabe, até mesmo, uma revanche da eliminação na Copa do Brasil

O Mengão tem uma baixa importante: Lucas Paquetá está suspenso. Vencer significa um passo importante para fincar pé no G-4. 

Na quinta-feira (21), secação total no São Paulo contra o Vasco, que está com a corda no pescoço.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros