Cléber Grabauska : "Libertadores deste ano consagrou um campeão sem caráter" - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 

Gigante da Galera10/12/2018 | 07h00Atualizada em 10/12/2018 | 07h00

Cléber Grabauska : "Libertadores deste ano consagrou um campeão sem caráter"

Ao conquistar o título, o River Plate que lutar pelo certo e respeitar os regulamentos, muitas vezes, não vale a pena

Cléber Grabauska : "Libertadores deste ano consagrou um campeão sem caráter" JAVIER SORIANO / AFP/AFP
Dentro de campo, o River foi melhor que o Boca e faturou o título numa final manchada pela desonestidade Foto: JAVIER SORIANO / AFP / AFP

Na literatura brasileira, Mário de Andrade escreveu Macunaíma, o herói sem nenhum caráter. A Libertadores deste ano consagrou o River Plate como o "Macunaíma sul-americano". Ao conquistar o título, o clube, o técnico e seus dirigentes mostraram que lutar pelo certo e respeitar os regulamentos, muitas vezes, não vale a pena. 

Ao burlar a punição imposta a Marcelo Gallardo em Porto Alegre e ao provocar graves incidentes antes do jogo de volta, o River deveria ser excluído da final. Porém, nada disso aconteceu. Travou uma queda de braço com o Boca e a Conmebol e passou por cima de tudo. 

Dentro de campo, o River foi melhor que o Boca e faturou o título numa final histórica, no entanto, manchada pela desonestidade.

MAIS PERTO

Thiago Neves aceitou a proposta salarial do Grêmio, e o negócio avança. Agora, chega a parte mais difícil, que é convencer o Cruzeiro. A direção gremista está convicta de que é possível. Não sei qual será o trunfo, mas é certo que o Tricolor vai até o fim. 

O alto salário já tirou o Corinthians da parada. Restam, agora, o Santos e o próprio Cruzeiro, que parece não querer fechar esse negócio.

ACLAMAÇÃO

Com 92% dos votos, Marcelo Medeiros foi reeleito presidente do Inter. Com esse percentual enorme, dá até para dizer que ele foi aclamado. O sócio colorado aprovou o que foi feito nos dois últimos anos. 

Medeiros pegou um clube arrasado e um time rebaixado. Organizou a casa, recuperou o orgulho colorado e começa 2019 na Libertadores. O presidente sabe que está na hora de buscar taças.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros