Lelê Bortholacci: "Não tem mais como Odair insistir com Tréllez no comando do ataque" - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 

Paixão colorada12/02/2019 | 07h00Atualizada em 12/02/2019 | 07h00

Lelê Bortholacci: "Não tem mais como Odair insistir com Tréllez no comando do ataque"

Pela segunda vez em menos de uma semana, Pedro Lucas entrou no lugar do colombiano e participou diretamente da construção do resultado positivo

Lelê Bortholacci: "Não tem mais como Odair insistir com Tréllez no comando do ataque" Felipe Nyland/Agencia RBS
Santiago Tréllez teve atuação apagada contra o Juventude Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Das boas notícias que a vitória contra o Juventude trouxe para Odair Hellmann, as melhores foram as atuações de Edenilson, Pottker e, principalmente, Neilton e Pedro Lucas. O primeiro fez sua melhor partida com a camisa vermelha, lembrou aquele Neilton do Santos e já se candidata a um lugar no time titular. Assim como o jovem centroavante vindo das categorias de base.

Leia mais
Ainda sem Paolo Guerrero, Inter disputará jogo-treino contra o São Paulo-RG
Com suspensão de Nico López, Inter deve ter o retorno de D'Alessandro diante do Caxias
Em súmula, árbitro responsabiliza Winck pela confusão e relata expulsões de Nico e Salinas

Não tem mais como o treinador colorado insistir com Tréllez no comando do ataque. Pela segunda vez em menos de uma semana, o garoto entra no lugar do colombiano e participa diretamente da construção do resultado positivo. Mostra nitidamente melhores aptidões técnicas e táticas e já caiu nas graças da torcida.

Importante salientar que o próprio Odair Hellmann, antes do jogo de domingo (10), disse em entrevista que Pedro Lucas havia sentido muito o ritmo da partida contra o Brasil-Pel, na segunda-feira, e que por isso não havia treinado normalmente na semana. Pelo que entendi, esse foi o motivo pelo qual ele não saiu jogando.

A importância da Recopa Gaúcha

Fiquei muito feliz ao ver inúmeras pessoas que, até domingo, faziam piada da Recopa Gaúcha, e agora passaram a valorizá-la. Poucas coisas são mais bonitas no ser humano do que admitir que estava errado e mudar de opinião.

Fica aqui meus parabéns a essa lição de humildade de diversos torcedores do coirmão. Só lamento que o jogo, desta vez, tenha sido realizado na capital gaúcha. Nas oportunidades em que foi decidida pelo Inter, o mando de campo sempre era do adversário, o que dava ao torcedor do Interior a oportunidade de ver uma decisão de título em sua cidade.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros