Luciano Périco: "Vitória contra o Brasil-Pel diminui a pressão sobre o time de Odair" - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Gigante da Galera05/02/2019 | 07h00Atualizada em 05/02/2019 | 07h00

Luciano Périco: "Vitória contra o Brasil-Pel diminui a pressão sobre o time de Odair"

Desempenho do Inter melhorou em relação aos últimos jogos, mas ainda há muito a evoluir

Luciano Périco: "Vitória contra o Brasil-Pel diminui a pressão sobre o time de Odair" Fernando Gomes/Agencia RBS
Moledo fez o único gol da partida Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Depois de três tropeços seguidos no Gauchão, o Inter voltou a vencer. O 1 a 0 em cima do Brasil-Pel, com gol de Rodrigo Moledo, diminui a pressão sobre o time de Odair Hellmann. Em relação aos últimos jogos, o desempenho da equipe melhorou. Com certeza, ainda há muito a evoluir, se pensarmos na exigência que virá nos duelos pela Libertadores

Desde o primeiro minuto, o Colorado martelou. Teve mais posse de bola. Empilhou conclusões e escanteios. A estratégia xavante foi de se defender para levar ao menos um ponto para casa. Não conseguiu. Pouco visitou a grande área do Inter. O goleiro Carlos Eduardo foi protagonista da partida, com grandes defesas. Preocupa demais a situação do Brasil-Pel, que ainda não venceu e termina a quinta rodada na zona de rebaixamento. É preciso reagir!

BONS PRESSÁGIOS

A torcida do Grêmio começa 2019 com esperanças renovadas na luta por títulos. Óbvio que devemos dar um desconto, tendo como parâmetro a dificuldade dos jogos do Gauchão. O principal teste virá em 6 de março — a estreia na Libertadores, contra o Rosario Central, na Argentina.

O que fica claro é que Renato Portaluppi conta com ótimas opções no grupo. Na zaga, Paulo Miranda tem apresentado firmeza ao lado de Geromel ou Kannemann. Matheus Henrique está cada vez mais maduro, executando funções de marcação e criação. Fez um baita jogo diante do Caxias. Com isso, Maicon até poderá ser preservado em algumas partidas. Juninho Capixaba, Rômulo, Marinho, Jean Pyerre, Pepê, André e Jael são outras ótimas possibilidades do treinador no banco de reservas. Uma equipe que quer ser vencedora não pode ter apenas 11 titulares. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros