Cacalo: Grêmio enfrentou jogo típico de Libertadores, ao contrário de outros - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Tricolor08/03/2019 | 07h00Atualizada em 08/03/2019 | 07h00

Cacalo: Grêmio enfrentou jogo típico de Libertadores, ao contrário de outros

Tricolor encarou de frente o complicado Rosario Central na Argentina

Cacalo: Grêmio enfrentou jogo típico de Libertadores, ao contrário de outros Lucas Uebel / Grêmio, Divulgação/Grêmio, Divulgação
Geromel foi vítima de pênalti não marcado em jogo de arbitragem que prejudicou o Grêmio Foto: Lucas Uebel / Grêmio, Divulgação / Grêmio, Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Quero ser justo e fazer uma análise crítica do que vi na partida do Tricolor. Se fosse muito exigente, poderia dizer que o time não foi bem. Mas teve nove oportunidades vivas de marcar. Logo, quem tem as chances não pode ter ido mal. No entanto, senti um certo desalinho no meio-campo, especialmente na proteção à zaga.

Leia mais
Após empate na Argentina, delegação do Grêmio chega a Porto Alegre
Com time reserva e chance de Tardelli estrear, Grêmio recebe o São José no primeiro de três jogos em casa
Pelo Instagram, Rafael Galhardo anuncia seu retorno ao Grêmio: "Estou de volta para casa"

Não houve e nem poderia haver, escrevi na véspera, o necessário entrosamento entre Maicon e Rômulo. Havia muito espaço naquele setor. Contraditoriamente, posso afirmar que, individualmente, ambos jogaram bem. Renato, dando mostras mais uma vez de seu conhecimento de jogo, mexeu no meio e deu consistência com Matheus Henrique e Jean Pyerre.

Os argentinos foram violentos, e o árbitro nada fez. Marinho levou muitas faltas, sem nenhum cartão amarelo. Geromel sofreu pênalti que não foi marcado e, no lance seguinte, cometeu outro pênalti. Ocorre que, se tivesse sido assinalado o primeiro, não teria havido o segundo. Mais uma vez o Grêmio foi prejudicado, mas não há de que se queixar. Típico jogo de Libertadores, e não um amistoso, como outros na primeira rodada. E tirar uma casquinha de um tricampeão da América é diferente de fazer o mesmo com outros menos votados.

Alguns ajustes

O que me deixou preocupado, e trata-se de um sentimento à distância, sem comprovação científica, é que pareceu que nosso time sentiu algum cansaço na segunda etapa. Imagino que possa ter sido pela partida que foi arduamente disputada.

Agora, é retomar o foco para terça-feira, na Arena, buscar os necessários três pontos. A equipe mostrou que tem condições de ir longe, com alguns ajustes.

Assine GaúchaZH e fique por dentro de tudo o que acontece com a dupla Gre-Nal. Acesso ilimitado ao site!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros