Lelê Bortholacci: não acredito que o Gre-Nal terminará com o placar zerado - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada13/04/2019 | 07h01Atualizada em 13/04/2019 | 07h01

Lelê Bortholacci: não acredito que o Gre-Nal terminará com o placar zerado

As duas equipes têm vocações ofensivas e jogadores do nível de Paolo Guerrero, Nico López, Diego Tardelli e Everton

Lelê Bortholacci: não acredito que o Gre-Nal terminará com o placar zerado Jefferson Botega/Agencia RBS
Nico é um dos principais nomes do time de Odair Hellmann Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

O Gre-Nal 419 tem muitos fatores que me fazem acreditar que reviveremos as grandes disputas de títulos regionais de anos passados. Como disse na coluna de sexta-feira (12), aqui, faz muito tempo que Inter e Grêmio não chegam a um clássico decisivo em situações tão parecidas, com os times enchendo seus torcedores de esperança de uma vitória e da consequente conquista do título. Mesmo que a Libertadores seja a prioridade para ambos — e o Gauchão seja o último colocado nessa lista — não interessa: Gre-Nal é um jogo que ninguém quer perder. Valendo taça, então, nem se fala.

Leia mais
Mano a Mano: quem leva a melhor  no Gre-Nal 419?
Odair elogia Everton: "Ele cria dificuldade para todos os laterais"
Guerrero e Jean Pyerre: o estreante colorado e a promessa gremista no Gre-Nal

A única coisa que pode amenizar o ímpeto dos jogadores nesta primeira partida é não existir a vantagem do gol fora nas finais. Não se espante se ambos os times abusarem da cautela no domingo, por não quererem correr o risco de colocar tudo a perder já na primeira parte da decisão. Mas, sinceramente, essa é uma hipótese remota. As duas equipes têm vocações ofensivas e jogadores do nível de Paolo Guerrero, Nico López, Diego Tardelli e Everton, o que me faz crer que o placar não terminará zerado.

Ah, mas aí você pode lembrar que esses ataques terão de vencer defesas muito sólidas. É verdade. Por isso insisto que estamos diante do Gre-Nal mais equilibrado dos últimos tempos.

Temos de fazer a nossa parte

Nossa torcida já esgotou os ingressos, mais uma vez, para esse importante duelo. O Beira-Rio estará lotado e tenho certeza de que irá rugir. Se você vai pro estádio, vá com o melhor dos espíritos. Cante, grite, apoie o tempo inteiro. Esse grupo de jogadores e o nosso treinador merecem toda a força durante os 90 minutos. O adversário é difícil e a segunda metade da final é na casa deles. Vamos fazer a nossa parte. Numa disputa tão equilibrada, o fator local pode decidir.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros