Não vejo grandes dificuldades para a Seleção Brasileira avançar até a semifinal - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Gigante da Galera26/06/2019 | 08h00Atualizada em 26/06/2019 | 08h00

Não vejo grandes dificuldades para a Seleção Brasileira avançar até a semifinal

Equipe de Tite enfrenta o Paraguai pelas quartas de final da Copa América

Não vejo grandes dificuldades para a Seleção Brasileira avançar até a semifinal Pedro Martins / MoWa Press/MoWa Press
A Seleção Brasileira, de Tite, passa com tranquilidade no duelo na Arena. Foto: Pedro Martins / MoWa Press / MoWa Press

Japão e Equador podiam pintar no caminho do Brasil. Com o empate no Mineirão, as duas equipes se despediram abraçadas da Copa América. A vaga acabou caindo no colo do Paraguai, que não venceu na primeira fase. Entregou o empate contra Catar quando ganhava por 2 a 0, perdeu um pênalti quando podia bater a Argentina e não jogou nada na derrota para a Colômbia. 

Leia mais
Organização da Copa América esclarece oscilação de disponibilidade de ingressos para Brasil x Paraguai
Eliminações em Copa América, cusparada de Chilavert e jogos em Porto Alegre: o histórico de Brasil x Paraguai
Como joga o Paraguai, adversário do Brasil nas quartas de final da Copa América

O único perigo do duelo é a tradição do Paraguai, mas a seleção não vive um bom momento. Não vejo grandes dificuldades para a equipe de Tite avançar até a semifinal. Os paraguaios mostraram apenas muita força física. Eles têm um forte trio defensivo, formado pelo goleiro Gatito Fernández e pelos zagueiros Gustavo Gómez e Alonzo. No mais, do meio para frente, falta qualidade. 

A Seleção Brasileira passa com tranquilidade no duelo na Arena. 

APOSTAS — Por mais que a Venezuela esteja evoluindo — até empatou com o Brasil —, a Argentina tem obrigação de passar para a semifinal. Uma equipe que conta com Messi sempre pode ter grandes pretensões, por mais que coletivamente o time de Lionel Scaloni não funcione. Vai pesar a camiseta. O mesmo vale para o Uruguai. A maior tradição da Celeste e uma baita dupla de ataque, com Cavani e Suárez, indicam total favoritismo contra o Peru. Paolo Guerrero vai ficar ainda mais isolado no ataque, sem a parceria de Farfán, cortado por lesão. 

O duelo mais equilibrado das quartas será entre Colômbia e Chile. Os colombianos estão um degrau acima. James Rodríguez foi o principal jogador da fase inicial da Copa América. Vargas, Aránguiz e Alexis Sánchez podem fazer a diferença para os chilenos. Baita duelo.

Ainda não tem o app Colorado ou Tricolor GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter ou o Grêmio na palma da sua mão! 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros