Lelê Bortholacci: o que o Inter precisa fazer em busca dos gols na final - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Colorada17/09/2019 | 07h00Atualizada em 17/09/2019 | 07h00

Lelê Bortholacci: o que o Inter precisa fazer em busca dos gols na final

Necessidade de marcar duas vezes não pode deixar o time ansioso no Beira-Rio

Lelê Bortholacci: o que o Inter precisa fazer em busca dos gols na final Ricardo Duarte/Divulgação / Internacional
William Pottker: ele pode ser opção para a grande decisão desta quarta Foto: Ricardo Duarte / Divulgação / Internacional
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Não há outra alternativa. O Inter só levantará a taça no fim da noite desta quarta-feira (18) se marcar gols. De nada adiantará um alto percentual de aproveitamento em casa se a rede do Athletico-PR não balançar. Odair e os jogadores sabem disso.

Leia mais
Inter está confiante na presença de D'Ale na decisão contra o Athletico-PR
CBF define árbitro que apitará segundo jogo da final da Copa do Brasil
Lindoso fala em controlar ansiedade no Inter e diz que atitude de Tiago Nunes foi "irresponsável"

Mais: sabem que estão em desvantagem no placar agregado e que precisam equilibrar a vontade e a necessidade de marcar o primeiro gol com a tranquilidade e a ansiedade se ele demorar a sair. E, obviamente, ter total cuidado e atenção para que o Furacão não aumente sua vantagem — o que, convenhamos, pode ser irreversível.

A pressão psicológica de quem entra em campo numa final, sabendo que precisa de dois gols, não deve ser fácil. Haja concentração. O que pode fazer a diferença e servir como apoio ao atleta é a torcida. E se há um jogo em que o apoio deve ser irrestrito, é o desta quarta.

Numa final onde só a vitória garante a taça, não existe espaço para vaias e reclamações em nenhum lugar do Beira-Rio. Se você é um dos 50 mil privilegiados que estará lá, faça sua parte. Tem muita gente que ficou de fora e faria o impossível para poder apoiar o time durante os 90 minutos.

Novo credenciado ao ataque

William Pottker passa a ser uma ótima alternativa para Odair Hellmann. Porque, repito, o Internacional só será campeão se fizer gols.

E um jogador que faz dois gols no último jogo antes da final se credencia, sim, para uma vaga entre os que estarão no campo em busca do título.

Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros