José Alberto Andrade: chance desperdiçada pelo Inter em Santiago - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Libertadores04/02/2020 | 20h39Atualizada em 04/02/2020 | 20h39

José Alberto Andrade: chance desperdiçada pelo Inter em Santiago

Mesmo com um jogador a mais em campo, time colorado não conseguiu fazer gol

José Alberto Andrade: chance desperdiçada pelo Inter em Santiago JAVIER TORRES/AFP
Time de Paolo Guerrero não conseguiu sair do 0 a 0 com La U, mesmo com um jogador a mais Foto: JAVIER TORRES / AFP
José Alberto Andrade
José Alberto Andrade

ze.alberto@rdgaucha.com.br

O Inter deixou de dar um passo importante rumo à classificação para a próxima fase da Libertadores em Santiago. Sem ser brilhante, e com uma escalação excessivamente cautelosa no início do jogo, o time de Eduardo Coudet confirmou que é superior à Universidad de Chile, mas não aproveitou tal superioridade nem quando teve um jogador a mais em campo. A tendência é a confirmação da vaga em Porto Alegre, embora o saldo qualificado passe a ser arma chilena. O que foi feito fora de casa na estreia, o time de Odair Hellmann também fazia, até melhor.

Leia mais
Com tensão fora de campo, Inter fica no 0 a 0 com a Universidad de Chile em estreia na Libertadores
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Inter no empate com a La U


Lentidão 

Eduardo Coudet se dispôs a dar mais intensidade ao Inter. O máximo que se pode dizer é que ele ainda está a caminho deste objetivo. O argentino, entretanto, se mostra longe de tornar a equipe veloz. O jogo cadenciado seguiu sendo uma marca colorada em Santiago. Por vezes parecia que a equipe estava se preservando fisicamente, como se houvesse efeito de altitude na capital chilena. Mesmo com a maior posse de bola, a transição foi lenta e os passes demoraram para sair. A evolução em busca da velocidade é uma necessidade colorada. 

 Ainda não tem o app Colorado GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Inter na palma da sua mão! 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros