Cacalo: o que aflige as pessoas é a falta de previsão de quando isso vai acabar - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão Tricolor25/03/2020 | 09h00Atualizada em 25/03/2020 | 09h00

Cacalo: o que aflige as pessoas é a falta de previsão de quando isso vai acabar

É preciso força mútua entre todos para que possamos superar essa pandemia

Cacalo: o que aflige as pessoas é a falta de previsão de quando isso vai acabar Lauro Alves/Agencia RBS
No Brasil, já foram registradas mais de 40 mortes e pelo menos 2 mil casos de coronavírus Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Todos nós estamos convivendo, cada um dentro de suas possibilidades, com a pandemia do coronavírus. Ela atinge a todos, independentemente de idade, sexo e condição financeira. Claro que os idosos são muito mais vulneráveis. 

Tenho, também, convicção de que a imensa maioria da população mundial está seguindo as orientações médicas e das autoridades. Vejam que a Índia colocou mais de um bilhão de pessoas em quarentena. Então, todos temos ciência dos males decorrentes dessa pandemia. 

Leia mais
Com adiamento da Olimpíada, Matheus Henrique torce pelo aumento do limite de idade: "Fiz a preparação inteira"
Caio Henrique, Matheusinho e outros nove: seleção pode perder um time inteiro para Tóquio
Preparador de goleiros do Grêmio recusou oferta para deixar o clube

No entanto, o que está afligindo um grande número de pessoas, pelo menos é o sentimento que tenho, neste momento, é a total falta de previsibilidade de quando isso tudo vai acabar. Sei que é quase impossível que a ciência faça uma previsão, mas as notícias desencontradas que recebemos acerca do período de duração dessa crise abate emocionalmente as pessoas, além daqueles que sofrem com o teste positivo do coronavírus. 

Precisamos todos trocar experiências positivas uns com os outros, mesmo de forma virtual, colaborando para que emocionalmente nos sintamos confortados. A transferência da Olimpíada pode atingir uma gama muito grande de atletas que estavam preparando-se para a competição, cujo emocional também pode ser tratado. Força mútua entre todos é o que se espera atualmente.

Quer saber mais sobre o coronavírus? Clique aqui e acompanhe todas as notícias, esclareça dúvidas e confira como se proteger da doença. Para receber boletins por e-mail sobre o assunto, acesse www.gauchazh.com.br/boletimcoronavirus

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros