Luciano Périco: credibilidade da dupla Gre-Nal é trunfo na negociação com jogadores - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

acordos28/03/2020 | 08h00Atualizada em 28/03/2020 | 08h00

Luciano Périco: credibilidade da dupla Gre-Nal é trunfo na negociação com jogadores

Grêmio e Inter tentam diminuir prejuízos por parada no calendário do futebol

Luciano Périco: credibilidade da dupla Gre-Nal é trunfo na negociação com jogadores André Ávila/Agencia RBS
Direções da dupla têm boas relações com os jogadores Foto: André Ávila / Agencia RBS

Com queda de receitas, Grêmio e Inter se mexem para negociar a redução dos salários dos jogadores. O Tricolor já confirmou o ajuste com os atletas, que foram sensíveis ao momento difícil. No Colorado, o caminho deve ser o mesmo. Marcelo Lomba, uma das lideranças do vestiário, deixou claro que todos confiam na condução do clube feita pelos dirigentes. 

Leia mais
Mudar fórmula e perder dinheiro ou superlotar o calendário mas manter verba: o que fazer com o Brasileirão?
Grêmio anuncia férias coletivas e acordo para redução salarial dos jogadores
Inter dá férias de 20 dias para jogadores e comissão técnica

Por sempre honrarem os compromissos, os comandantes da dupla Gre-Nal têm credibilidade, apesar das dificuldades financeiras. Como qualquer profissional, é óbvio que os jogadores não devem deixar de receber seus direitos. Mas podem renegociar valores, empurrando para outro momento mais à frente. E não é só no Brasil que os cortes vão ocorrer. Os ricos Barcelona, PSG, Bayern de Munique, Borussia Dortmund também vão adotar medidas austeras. 

No tribunal

A Conmebol fará na próxima segunda-feira (30), o julgamento dos jogadores expulsos no clássico Gre-Nal. Estarão no banco dos réus os gremistas Paulo Miranda, Pepê, Luciano e Caio Henrique, mais os colorados Cuesta, Edenilson, Moisés e Praxedes. Os advogados da dupla farão a defesa por videoconferência.

De acordo com o código disciplinar da entidade sul-americana, os atletas podem até ser suspensos até o final da fase de grupos e de uma eventual partida das oitavas de final. A situação é mais complicados para o Inter, que possui três titulares envolvidos na confusão. Dor de cabeça extra para Renato Portaluppi e Eduardo Coudet na volta da Libertadores. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros