Lelê Bortholacci: para muitos, o isolamento parece desnecessário - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Paixão colorada10/04/2020 | 09h00Atualizada em 10/04/2020 | 09h00

Lelê Bortholacci: para muitos, o isolamento parece desnecessário

Não podemos voltar atrás se quisermos evitar uma tragédia

Lelê Bortholacci: para muitos, o isolamento parece desnecessário Jefferson Botega/Agencia RBS
Muito já debateu as consequências do isolamento, principalmente para a economia Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Esses dias li uma frase que me chamou bastante a atenção: "quanto mais o isolamento funcionar, mais ele vai parecer desnecessário". É a mais pura verdade. E me deixa extremamente preocupado. Desde que o governo estadual determinou o isolamento, muito já se debateu as consequências disso, principalmente para a economia. E sabemos que serão graves.

Leia mais
Ao lado da irmã, Rodrigo Moledo organiza campanha de doação de cestas básicas
A solidariedade dos craques da dupla Gre-Nal
Isolamento social evitou mais de 2 mil internações por covid-19 em Porto Alegre, diz estudo

Mas a opção foi por priorizar o controle — ou, pelo menos, a tentativa dele — da pandemia por aqui. Observando os números previstos e os reais até agora divulgados, fica evidente que, sim, o isolamento social deu certo. A dura medida foi tomada no tempo certo e com antecedência bem maior do que nas localidades que sofrem até hoje e contabilizam milhares de mortos como, por exemplo, Itália, Espanha e até os Estados Unidos.

Os resultados desse isolamento demoram algumas semanas para aparecer. Os números "menos assustadores" de hoje são consequência óbvia dessa medida. Mas não quer dizer que estamos conseguindo controlar a pandemia. Muito pelo contrário. A curva de contaminados e mortes continua subindo. Se queremos evitar por aqui uma tragédia semelhante a que ocorre nos locais citados acima, não podemos voltar atrás agora.

O tamanho do problema

Mas, pelo visto, tem bastante gente que pensa o contrário. Um vídeo publicado quinta-feira nas redes sociais mostrava uma fila de centenas de veículos que queriam entrar no município de Garopaba para "aproveitar o feriadão", como se fosse a coisa mais normal do mundo viajar para "curtir" os três dias de folga. 

São atos como esse que vão fazer o vírus continuar se alastrando. Pessoas que ainda não se convenceram do tamanho do problema que estamos enfrentando e que, certamente, acham que o isolamento parece desnecessário, mesmo que ele esteja funcionando.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros