Luciano Périco: precisamos nos acostumar com o novo mundo da bola - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Gigante da galera06/06/2020 | 07h00Atualizada em 06/06/2020 | 07h00

Luciano Périco: precisamos nos acostumar com o novo mundo da bola

Futebol vai voltar de forma diferente assim que o esporte for retomado

Luciano Périco: precisamos nos acostumar com o novo mundo da bola MICHAEL SOHN/POOL / AFP
Jogos do Campeonato Alemão, como Wolfsburg x Borussia Dortmundo, tem chamado atenção pela baixa intensidade Foto: MICHAEL SOHN / POOL / AFP

Preparem-se: quando a bola voltar a rolar pelos gramados, o futebol praticado pelas equipes será muito diferente daquele a que estávamos acostumados. A situação já pode ser verificada nos campeonatos que foram retomados na Europa.

Nunca na história os atletas ficaram tanto tempo parados. Por mais que a questão física esteja aprimorada, com o excesso de treinamentos a que os jogadores vêm sendo submetidos, a quantidade de trabalhos coletivos será muito menor. Por isso, vai demorar para todo mundo adquirir ritmo de jogo.

Leia mais
Após flexibilização do decreto estadual, FGF diz ter protocolo pronto para retomar Gauchão
Impacto do coronavírus no esporte: competições de futsal têm retorno em dúvida no Estado
Ausência de bilheteria causa incertezas para clubes médios e pequenos do futsal

A competitividade será menor no primeiro momento. Torcedores e jornalistas terão de reduzir a régua de exigência. Portanto, precisamos ter paciência. O futebol com intensidade total que tanto admiramos vai demorar um pouquinho a voltar.

NA MIRA — A repórter Renata de Medeiros informou que o Grêmio está analisando a possibilidade de contratar o lateral-esquerdo Jorge para a vaga de Caio Henrique. A ideia é trazer o jogador do Monaco por empréstimo. Jorge é sonho antigo do Tricolor. Em 2019, foi destaque do Santos no Brasileiro. Se desembarcar em Porto Alegre, chega com status de titular.

AOS PEDAÇOS — Com o cofre vazio e com uma dívida astronômica, o Cruzeiro rescindiu os contratos de Edilson e Robinho. Ambos ficam como boas opções no mercado. A dupla já haviam feito o ajuste de salário dentro do teto imposto pelo clube. A recuperação financeira será a prioridade do presidente Sérgio Santos Rodrigues. Tudo indica um período de sofrimento para o torcedor da Raposa.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros