Luciano Périco: a luz no fim do túnel para a retomada do Gauchão - Esporte - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Volta do futebol04/07/2020 | 10h00Atualizada em 04/07/2020 | 10h00

Luciano Périco: a luz no fim do túnel para a retomada do Gauchão

Nota divulgada pelo governo do Estado abre o caminho para liberação dos treinos e reinício do estadual em julho

Luciano Périco: a luz no fim do túnel para a retomada do Gauchão Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Manifestação do governo pode ser um sinal positivo para o recomeço do Gauchão Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Vivemos um momento na vida da gente, devido a maldita pandemia de coronavírus, onde o otimismo e o pessimismo vão se alternando como um eletrocardiograma. Não apenas no futebol, mas todos os segmentos da sociedade. 

A sexta-feira (3) ainda foi de manutenção da bandeira vermelha na maioria das regiões com a divulgação do modelo de distanciamento controlado instituído pelas autoridades do Rio Grande do Sul. Ainda é o indicativo da permanência de muitas restrições em todos os municípios. Por isso, ainda é o momento de prudência total. 

Leia mais
Governo do Estado admite chance de liberar recomeço do Gauchão no final de julho
Com atualização do distanciamento controlado, todas as cidades que receberiam jogos do Gauchão estão na bandeira vermelha
Decreto mais restritivo da prefeitura de Porto Alegre não afetará treinos de Grêmio e Inter

O lado que pode ser considerado positivo na manifestação mais recente do governo foi o fato de termos uma projeção da volta do futebol no final de julho ou início de agosto, algo que ainda não havia sido colocado nas notas anteriores. O Comitê Científico do governo está concluindo a análise do protocolo apresentado pelos clubes para a liberação dos treinos com contato físico antes da retomada. Tudo vai depender da redução ou não da curva de crescimento da pandemia. Só nos resta ficar na torcida. 

Já o novo decreto apresentado pela prefeitura de Porto Alegre, mesmo com o aumento de restrição em outras áreas da cidade, não mexeu na situação do futebol.  A ida do Grêmio para Criciúma fica em compasso de espera. Longe de ser uma desistência. A decisão é correta porque mira na data mais próxima para o retorno do futebol. O deslocamento para o estado vizinho só tem sentido entre dez ou quinze dias antes da bola rolar. A situação do Inter é a mesma. Não há ainda um projeto e nem destino que seria seguido pelo Colorado. Vamos aguardar os próximos capítulos dessa história. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros