Luciano Périco: Gre-Nal teve a vitória da imposição técnica na Arena - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

2 a 006/08/2020 | 06h00Atualizada em 06/08/2020 | 06h00

Luciano Périco: Gre-Nal teve a vitória da imposição técnica na Arena

Grêmio foi superior e venceu o Inter na final do returno

Luciano Périco: Gre-Nal teve a vitória da imposição técnica na Arena Jefferson Botega/Agencia RBS
Grêmio foi o campeão do segundo turno do Gauchão Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Vitória de imposição técnica do Grêmio sobre o Inter no clássico que valeu o título do segundo turno e a vaga na final contra o Caxias. O time de Renato Portaluppi conseguiu construir o marcador de 2 a 0 no segundo tempo. Com a vantagem, poderia até ter feito um placar mais dilatado, se Marcelo Lomba não fizesse duas defesas salvadoras em chutes de Everton e Isaque. O guri entrou e fez um belo gol. 

Guerrero teve muita disposição no embate com a defesa gremista. Porém, foi completamente neutralizado pela dupla Geromel e Kannemann, que foram perfeitos nos desarmes e na bola aérea. O prejuízo para o Tricolor foi o terceiro amarelo recebido pelo argentino, que o tira da decisão. Na provável despedida, Cebolinha não marcou. Esteve conectado no jogo o tempo inteiro. Baita atuação. Acabou sendo o personagem que construiu as jogadas dos gols.

Leia mais
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Inter na derrota no Gre-Nal
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Grêmio na conquista do returno do Gauchão

Destaques

Destaque para os laterais gremistas Orejuela e Cortez. O colombiano foi muito bem na jogada ofensiva. Pelo lado do Inter, Thiago Galhardo, que vinha se destacando no time de Eduardo Coudet, foi vigiado o tempo inteiro. Pouco conseguiu produzir. 

Os meias Marcos Guilherme e Boschilia foram muito marcados. O meio-campo gremista foi soberano. Ponto de atenção para a bola área defensiva do Colorado. Moisés foi batido por Diego Souza no primeiro gol e falhou no segundo. Aliás, Maicon teve grande atuação. O Inter buscou o efeito suspensivo para D’Alessandro, só que o meia acabou não sendo utilizado por Coudet. Fica a lição do Gre-Nal. O clássico é sempre imprevisível. A impressão das partidas da semifinal, onde o Inter patrolou o Esportivo e o Grêmio passou com sofrimento pelo Novo Hamburgo, foi desmentida pelo campo.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros