Luciano Périco: Inter perde os pontos mais fáceis de conquistar no Brasileirão - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Resultado terrível14/09/2020 | 09h00Atualizada em 14/09/2020 | 18h14

Luciano Périco: Inter perde os pontos mais fáceis de conquistar no Brasileirão

Equipe de Eduardo Coudet é derrotada pelo Goiás, mas mantém a liderança

Luciano Périco: Inter perde os pontos mais fáceis de conquistar no Brasileirão Ricardo Duarte/Internacional / Divulgação
Victor Cuesta foi um dos titulares que iniciaram a partida em Goiânia Foto: Ricardo Duarte / Internacional / Divulgação

O que parecia improvável, aconteceu. O lanterna acabou parando o líder do Brasileirão. É muito difícil explicar a derrota do Inter para o Goiás, que teve um jogador a menos por quase toda a partida, após a expulsão de Jefferson por falta violenta em Marcos Guilherme. O atacante colorado foi até parar no hospital. Por sorte, a primeira impressão é de que não teve fratura no tornozelo direito. 

Péssimo resultado em Goiânia. Faltou futebol ao Colorado. Ficaram três pontos importantes pelo caminho. Eduardo Coudet optou por poupar alguns titulares projetando o duelo da Libertadores contra o América de Cali-COL no Beira-Rio. Não dá para criticar a decisão. Apenas Lomba, Cuesta. Moisés e Edenilson começaram como titulares. O Goiás fez 1 a 0 no final do primeiro tempo, após falha de Lomba na conclusão de Vinicius Lopes. 

Leia mais
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Inter na derrota contra o Goiás
O número assustador do Inter na derrota para o Goiás
O Inter parece não acreditar em si mesmo

Durante a partida, com a desvantagem no marcador, Coudet recorreu aos titulares Thiago Galhardo e Boschilia. Não adiantou. Respostas ruins de Rodinei, Musto e Moisés. Abel Hernández começou no ataque pela primeira vez. O uruguaio teve duas chances de marcar e acabou perdendo. A pressão do Colorado foi muito forte na etapa final. É possível resumir que o jogo virou ataque contra defesa. 

O Inter foi para a simplificação, com excesso de bolas alçadas na área, sem resultado prático. Inclusive Coudet colocou Moledo no final para a jogada aérea ofensiva. Claro que o Inter tem muito crédito pela campanha. Mas deixou muito a desejar para quem almeja o título da competição. Pontos irrecuperáveis. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros