Luciano Périco: o sofrimento desnecessário do Inter contra o América de Cali-COL - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Venceu17/09/2020 | 07h00Atualizada em 17/09/2020 | 07h00

Luciano Périco: o sofrimento desnecessário do Inter contra o América de Cali-COL

Colorado fez 4 a 3 na volta da Libertadores 

Luciano Périco: o sofrimento desnecessário do Inter contra o América de Cali-COL Staff Images/Conmebol/Divulgação
Boschilia fez o gol salvador da vitória colorada por 4 a 3 Foto: Staff Images / Conmebol/Divulgação

Muito cedo, antes de primeiro minuto de partida, Uendel serviu Abel Hernández para abrir o marcador sobre o América de Cali-COL. Aos 17 minutos, Boschilia fazia 2 a 0. Domínio total. Parecia que seria um jogo tranquilo no Beira-Rio no retorno da Libertadores. Grande engano. Ainda na etapa inicial, os colombianos descontaram com Vergara, mostrando que poderiam incomodar. Só que a reação acabou sendo abafada por mais um gol do atacante uruguaio. Com 3 a 1, a situação parecia sob controle com boa atuação do time de Eduardo Coudet

Depois do intervalo, o Inter perdeu intensidade e a marcação abriu espaços. Adrián Ramos descontou aos 3 minutos com erro na bola aérea da defesa colorada. O Colorado se desestabilizou. O América de Cali-COL começou a gostar do jogo. O empate em 3 a 3 veio com gol de Moreno, quando uma bola foi perdida no ataque. Seria um duro castigo para o time colorado. 

Leia mais
Com gol no final, Inter vence América de Cali por 4 a 3 na retomada da Libertadores
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Inter na vitória sobre o América de Cali
Silêncio e calmaria: o primeiro dia da Libertadores sem público em Porto Alegre

Coudet recorreu a D’Alessandro para aproveitar melhor a posse de bola. O gringo quase meteu na rede de falta. O gol salvador de Boschilia, nos acréscimos, definiu a vitória suada. Três pontos que não poderiam ter ficado pelo caminho. Fica a preocupação da oscilação da equipe durante a partida. Não podemos esquecer a grande quantidade de desfalques que teve o time colorado. 

Abel Hernández foi destaque. Fez o que se espera de um centroavante. Vale ressaltar também a boa produção de Uendel na lateral-esquerda. Pelo jeito, vai assumir a titularidade. Que o baita susto dentro do Beira-Rio fique de lição ao Inter.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros