Luciano Périco: o 4 a 0 vai na conta de Felipão - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Eliminação prematura27/08/2021 | 08h00Atualizada em 27/08/2021 | 08h00

Luciano Périco: o 4 a 0 vai na conta de Felipão

Grêmio levou uma goleada histórica do Flamengo, dentro da Arena, e está fora da Copa do Brasil

Luciano Périco: o 4 a 0 vai na conta de Felipão Marco Favero / Agencia RBS/Agencia RBS
Eliminado no jogo de ida do mata-mata, foco gremista precisa ser direcionado ao Brasileirão para evitar o fiasco do rebaixamento Foto: Marco Favero / Agencia RBS / Agencia RBS

Mesmo com um jogador a menos, desde a expulsão de Isla no primeiro tempo, o Flamengo se reorganizou no intervalo e aplicou uma goleada de 4 a 0 no Grêmio, que está eliminado da Copa do Brasil. Foi a maior derrota do Tricolor na história da competição em que é especialista. 

Na real, Renato Portaluppi deu um banho de estratégia em Luiz Felipe Scolari. O treinador flamenguista foi certeiro ao corrigir os problemas da equipe no intervalo. Por outro lado, Felipão mexeu muito mal as peças na etapa final, quando a equipe sucumbiu à qualidade rubro-negra. Abriu demais o time, e terminou em fiasco. 

Leia mais
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Grêmio na derrota para o Flamengo
Rafinha diz que goleada com um jogador a mais é "inexplicável": "Cometemos erros infantis"
CBF adia jogo entre Atlético-MG e Grêmio no Brasileirão em data-Fifa

Na etapa inicial, o Tricolor até surpreendeu a todos ao manter o Flamengo sob controle, tendo Thiago Santos, Lucas Silva e Villasanti no meio-campo. Sem exagerar, pode se dizer que foi o melhor momento da temporada contra um adversário poderoso. 

Funcionou a ideia de marcação intensa colocada em campo. Só não conseguiu fazer gol. Muito pouco para conseguir algo mais. A melhor chance foi com Alisson, que quase marcou após bela jogada de Borja. Aliás, o camisa 23 é o jogador do "quase". No segundo tempo, a bola bateu na trave de Diego Alves. Quase gol. 

De novo, Douglas Costa saiu com lesão muscular. Até agora, o meia-atacante ainda não disse a que veio. Mais uma vez, ficou claro que Luiz Fernando não pode entrar em campo para ser solução. Os discursos de Felipão e do vice de futebol Marcos Herrmann, após a partida, não convenceram. Agora só resta ao Grêmio lamber as feridas e focar no Brasileirão para pelo menos escapar de um rebaixamento catastrófico.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros