Luciano Périco: o maior mérito do Inter na vitória sobre o Fluminense - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Dever de casa16/08/2021 | 09h00Atualizada em 16/08/2021 | 09h00

Luciano Périco: o maior mérito do Inter na vitória sobre o Fluminense

Mesmo sofrendo o empate aos 38 minutos do segundo tempo, Colorado teve poder de reação para buscar o triunfo

Luciano Périco: o maior mérito do Inter na vitória sobre o Fluminense Marco Favero / Agencia RBS/Agencia RBS
Guerrero fez o 4 a 2 na reta final da partida no Beira-Rio Foto: Marco Favero / Agencia RBS / Agencia RBS

Depois da goleada sobre o Flamengo, por 4 a 0 no Maracanã, Diego Aguirre optou por manter Dourado e Lindoso no meio-campo e recolocar Moisés pelo lado esquerdo. Muito cedo, Edenilson fez 1 a 0. Assistência perfeita de Cuesta

O Colorado manteve o jogo sob controle e com chance de ampliar. Parecia uma partida tranquila. Mas, Yago Felipe teve liberdade e conseguiu empatar aos 44 minutos. O Flu quase virou no final da etapa inicial, com Abel Hernández. Daniel defendeu com o pé esquerdo. 

Leia mais
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Inter na vitória sobre o Fluminense
Ouça os gols do Inter na vitória sobre o Fluminense
"Uma hora essa fase ruim iria acabar", diz Guerrero após segunda vitória seguida do Inter no Brasileirão

No início do segundo tempo, o time montado por Roger Machado mostrou que não estava para brincadeira. Quase virou. Só não aconteceu porque Luiz Henrique parou em mais um grande lance do goleiro colorado. 

O Inter voltou a ficar em vantagem com Yuri Alberto. Logo na sequência, o atacante teve a chance de matar o jogo. Perdeu. Com uma bobeada da defesa, Nino fez o 2 a 2, aos 38 minutos do segundo tempo. Naquele momento, um empate seria um duro golpe para a equipe de Aguirre. 

Mas o Colorado não desistiu. Esse foi o fator mais importante da segunda vitória dentro do Beira-Rio no Brasileirão. Em outro momento, com certeza, o time não teria ânimo para reagir à dificuldade imposta pelos cariocas. 

A vitória colorada veio em mais um cruzamento certeiro de Cuesta, que encontrou, de novo, Edenilson para meter de cabeça na meta do Flu. A cereja do bolo ainda veio com Guerrero, que voltou a marcar. 4 a 2 no final

É muito importante ressaltar que Taison teve ótimos momentos, com jogadas de velocidade e grande visão de jogo. O camisa 10 tem tudo para se tornar a grande referência da equipe. Olhando o cenário completo do confronto deste domingo (15), o Inter sofreu. Porém, venceu no final. Fica todo o mérito para quem não se entregou, mesmo na adversidade. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros