Luciano Périco: a nova polêmica que surge na vida do Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Parceria zero09/09/2021 | 09h00Atualizada em 09/09/2021 | 09h00

Luciano Périco: a nova polêmica que surge na vida do Grêmio

Flamengo quer colocar público nas arquibancadas, nos jogos contra o Tricolor 

Luciano Périco: a nova polêmica que surge na vida do Grêmio Lucas Uebel / Gremio.net/Gremio.net
Gremistas e flamenguistas voltam a se enfrentar pela Copa do Brasil na próxima quarta-feira (15) Foto: Lucas Uebel / Gremio.net / Gremio.net

Em um lado, a CBF e 19 times do Brasileirão decidiram manter os jogos sem público. Do outro, o Flamengo não participou da reunião que discutiu o assunto e quer torcida nas partidas disputadas no Rio de Janeiro. 

Inclusive conseguiu uma liminar no STJD - que pode ser cassada - para efetivar o seu desejo. Uma postura extremamente arrogante. A principal alegação rubro-negra é de que precisa dos recursos da bilheteria. É óbvio que os demais clubes tem a mesma necessidade. 

A decisão vai impactar direto na vida do Grêmio, que terá confronto contra os cariocas no jogo de volta pela Copa do Brasil na próxima quarta-feira (15). Na Arena, duelo de ida, o Tricolor não pôde contar com a galera apoiando. 

Leia mais
 "Tenho certeza de que um dia irei voltar", diz Maicon em despedida do Grêmio
Kannemann é punido com um jogo e está liberado para defender o Grêmio contra o Ceará
Romildo fala em "questão de igualdade" e admite que Grêmio pode não se apresentar para jogo contra o Flamengo

Existe a possibilidade do time gremista, aventada pelo diretor jurídico Nestor Hein, não entrar em campo. Temo pelas punições que o clube possa sofrer pelo W.O. Mas, há ainda, um outro detalhe importante. Quatro dias depois, está marcado um encontro entre as duas equipes pelo Brasileirão

A ideia do Flamengo é também poder contar com público. Há um sentimento coletivo, para que ninguém tenha benefício. O mais sensato é somente liberar os torcedores se todas as cidades dos clubes da Série A estiverem na mesma condição. Atitude, como a Flamengo, de olhar apenas para o próprio umbigo, mostra que os clubes nunca terão condições de organizar uma liga própria.  

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros