Lelê Bortholacci: Inter terá a última chance em casa para mostrar que merece a vaga na Libertadores de 2022 - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão colorada06/12/2021 | 07h00Atualizada em 06/12/2021 | 07h00

Lelê Bortholacci: Inter terá a última chance em casa para mostrar que merece a vaga na Libertadores de 2022

Com todo respeito ao Atlético-GO, mas não há resultado que sirva que não seja a vitória

Lelê Bortholacci: Inter terá a última chance em casa para mostrar que merece a vaga na Libertadores de 2022 Ricardo Duarte / Inter/Divulgação/Inter/Divulgação
Inter do técnico Diego Aguirre (à frente) e do treinador de goleiros Daniel Pavan (atrás) precisa de uma simples vitória Foto: Ricardo Duarte / Inter/Divulgação / Inter/Divulgação
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

O Inter se despede do Beira-Rio em 2021 enfrentando um adversário que já atingiu seu objetivo garantindo a presença na Série A e quase nada mais tem a fazer no campeonato. Uma simples vitória nos recoloca no grupo dos oito classificados para a Libertadores, deixando para a última rodada a definição.

Confira a tabela do Brasileirão 2021

Não há nada que nos sirva na noite desta segunda-feira (6) que não seja a vitória. E, como todo o respeito ao Atlético-GO, se o Inter não conquistar os três pontos, não merece passar nem perto da Libertadores em 2022. Se faltou bola para ganhar do Flamengo e do Santos, o último jogo da temporada em casa não pode ser desperdiçado.

Leia mais
O pôster do Inter tricampeão do Gauchão Feminino
Fluminense encaminha contratação de Felipe Melo e Inter busca alternativas no mercado
Inter x Atlético-GO: horário, como assistir e tudo sobre o jogo da 37ª rodada do Brasileirão

Já no Gauchão feminino, temos 11 jogos de invencibilidade contra o rival e mais uma taça na armário. Os números das Gurias Coloradas são avassaladores. O tricampeonato gaúcho conquistado no domingo mostra um projeto vitorioso e muito bem executado por todos os envolvidos. Que siga assim e sirva de exemplo para o futebol masculino profissional.

Galo campeão

Falando em projeto vitorioso, o título brasileiro conquistado pelo Atlético-MG premia um trabalho feito com alto orçamento, mas muita competência. A diferença que fizeram os jogadores mais caros foi explicita e decisiva. Com dinheiro é muito mais fácil, claro, mas nem sempre o cofre cheio se transforma em taças. As vezes pode até terminar em rebaixamento, não é mesmo?

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros