José Augusto Barros: volantes, a novela de 2021 continua no Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão tricolor26/01/2022 | 08h00Atualizada em 26/01/2022 | 08h00

José Augusto Barros: volantes, a novela de 2021 continua no Grêmio

A dupla Thiago Santos e Lucas Silva deve seguir na titularidade

José Augusto Barros: volantes, a novela de 2021 continua no Grêmio Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação/Grêmio/Divulgação
Não consigo concordar, nem entender, a titularidade de Thiago Santos Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação

Mesmo que parte das atenções estejam voltadas para a estreia do Tricolor no Gauchão, na noite desta quarta-feira (26), contra o Caxias, na Arena, um debate antigo, que ainda vem de 2021, segue rolando. A dupla de volantes, Thiago Santos e Lucas Silva, deve seguir na titularidade, mesmo com a chegada de jovens, alguns bons jogadores, que agradaram e  tiveram boas atuações, como Victor Bobsin, Fernando Henrique e Sarará.

Sobre Lucas Silva, concordo plenamente que deve ser titular. Tem um chute de média distância, coisa rara no time do Grêmio, atualmente, e se consolidou como um bom nome no meio-campo do time, depois que ganhou sequência, no ano passado. 

Porém, não consigo concordar, nem entender, a titularidade de Thiago Santos. Limitado, volante que já comprometeu em diversos momentos, no passado, Thiago é o típico caso que "encanta" os treinadores que por aqui passaram. Motivos aparentes, não temos. 

Leia mais
Grêmio x Caxias: horário, como assistir e tudo sobre o jogo da primeira rodada do Gauchão
As alternativas de Vagner Mancini para formar a dupla de volantes do Grêmio
"Elias tem finalização, força e velocidade", diz técnico da transição do Grêmio antes da estreia no Gauchão

Claro, eu seu que Thiago deve ser um baita cara, excelente profissional, que se dedica e tudo mais. Mas, volante a gente faz em casa. Se o titular é limitado, bota um dos guris pra jogar. Tomara que isso aconteça em 2022. 

Sobre a estreia do Gauchão, tenho boas expectativas em alguns nomes: sobre o lateral Felipe, que pode ser alternativa para Orejuela. Guilherme Guedes, que é um belo jogador e Pedro Lucas, de quem se fala muito bem. Tomara que a direção e Mancini estejam atentos, e que a base seja bem aproveitada em 2022.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros