Lelê Bortholacci: o Inter tem de poupar em Cuiabá, mas dá para ganhar - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão colorada21/05/2022 | 07h00Atualizada em 21/05/2022 | 07h00

Lelê Bortholacci: o Inter tem de poupar em Cuiabá, mas dá para ganhar

Partida na Arena Pantanal é uma oportunidade para o grupo mostrar a sua força

Lelê Bortholacci: o Inter tem de poupar em Cuiabá, mas dá para ganhar Nathalia Aguilar / POOL / AFP/POOL / AFP
Heitor pode receber chance neste sábado (21) Foto: Nathalia Aguilar / POOL / AFP / POOL / AFP
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

As informações que chegam do Beira-Rio confirmam que titulares serão preservados neste sábado (21) à noite, contra o Cuiabá, visando ao jogo de terça-feira, onde uma vitória é obrigatória para nos classificarmos na Sul-Americana

Ótimo. Isso abre caminho para outros integrantes do grupo que querem mostrar serviço para o treinador. Melhor ainda. Porque não tem oportunidade mais apropriada para chamar a atenção do que um jogo oficial. Ainda mais contra um adversário que não faz boa campanha. 

Leia mais
Inter acerta a contratação do preparador físico Flávio Oliveira
Heitor pode voltar a ser titular do Inter após três meses
Limite de jogos, lesões e ritmo: como Mano tem planejado o uso dos zagueiros do Inter

Jogadores como Heitor, Gabriel, Liziero e Pedro Henrique, entre outros, podem receber chances. Moisés vem treinando na zaga, precisa jogar por ali também. E não descarto a volta de algum dos centroavantes, pois a criatividade de Alan Patrick - esse joga certo porque não esta inscrito na Sul-Americana - certamente fará a bola chegar em melhores condições dentro da área, algo que dificilmente acontecia antes de sua chegada. É jogo para o grupo mostrar a sua força.

Reforços para o grupo

Falando em grupo, o Internacional está recebendo Peglow e Leo Borges que retornam da experiência europeia de jogar no Porto B, algo bem comum nos maiores clubes do velho continente. São jovens e devem ter aprendido muito, porque lá o nível de profissionalismo é outro. 

No caso do lateral-esquerdo, imagino que seja mais difícil ele ter chances, pois o grupo já possui vários nomes pra posição, mas Peglow - que apareceu em diversos momentos em 2020 - é um jogador que sempre me agradou e deveria ser muito bem avaliado por Mano Menezes. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros