Brigada Militar realiza sonho de garota - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

20/05/2010 | 06h50

Brigada Militar realiza sonho de garota

Cáren Alves Simas, que deseja ser brigadiana, ganhou de presente uma visita ao 33º Batalhão da Polícia Militar

Brigada Militar realiza sonho de garota Andréa Graiz/
Estudante conferiu rotina dos policiais Foto: Andréa Graiz
Cáren Alves Simas, que deseja ser brigadiana, ganhou de presente de 15 anos uma visita ao 33º Batalhão da Polícia Militar, em Sapucaia do Sul.

Sem condições financeiras para fazer uma festa de 15 anos para a filha caçula, a cozinheira Maria Helena Alves Simas, 48 anos, da Vila Vargas, em Sapucaia do Sul, optou por correr atrás do grande sonho da estudante: ser PM.

– Eu gostaria muito que ela vivesse um dia especial. Então, fui até a Brigada na semana passada e contei do sonho da minha filha – explicou Maria Helena.

O pedido da mãe foi bem acolhido no 33º BPM e, ontem, Cáren Alves Simas, 14 anos, passou a tarde como policial militar.

– Eu quase caí sentada quando a mãe me mostrou a roupa (farda). Foi uma emoção muito grande – disse a menina, que completa 15 anos na próxima terça-feira.

O dia como PM começou com a ida até o batalhão em uma viatura. Maria Helena estava tão emocionada quanto a filha:

– É uma coisa que ela sempre quis. Vamos ficar muito orgulhosos quando ela se tornar brigadiana.

No quartel, coube ao sargento Geverson Ferrari a tarefa de apresentar os soldados, as dependências, e explicar qual a missão da BM e como é a rotina de trabalho.

– O importante é a vocação, que ela já demonstrou que tem – disse o sargento.

Depois de passar pela sala de operações, Cáren teve a oportunidade de conhecer o sistema de consulta da Brigada e até operou o rádio para saber a localização de uma viatura.

– Eu amei tudo! Combater o crime e salvar vidas é tudo o que eu quero – revelou a estudante, empolgada.

- Projeto de visita

A hora de maior nervosismo para a aspirante foi o encontro com o comandante do 33º BPM, major Ronie Coimbra.

– A visita é importante para aproximar o policial das pessoas e mostrar que somos humanos – afirmou o comandante.

Conforme o major, a visita de Cáren poderá dar início a um futuro projeto para que outros estudantes possam também viver um dia como policiais militares.

- Policiamento pelas ruas

O dia como PM incluiu ainda uma conversa com os policiais do serviço de inteligência e uma passada pela sala de materiais, onde Cáren pôde ver as armas usadas pela Brigada. A futura PM aprendeu também como é feito o policiamento nas ruas:

– Eu nem imaginava que eles tinham um mapa da cidade, com todas as áreas e ruas. Não sabia que era assim que funcionava o trabalho.

A estudante conheceu também a escola da Brigada e o Corpo de Bombeiros.

DIÁRIO GAÚCHO

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros