Esta corte quer festa, alegria e muito samba - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

NOVA RAINHA DO CARNAVAL10/01/2011 | 06h36

Esta corte quer festa, alegria e muito samba

A Capital já escolheu a rainha e as princesas da festa popular mais famosa do mundo. A Corte do Carnaval 2011 foi formada em noite de festa, no sábado

Esta corte quer festa, alegria e muito samba  Cynthia Vanzella/
Conheça a corte do Carnaval 2011 Foto: Cynthia Vanzella
O evento, transmitido ao vivo pela TVCOM, aconteceu no Ginásio Tesourinha e foi o ponto alto de uma preparação que teve início há quase dois meses.

- Corte visitou o Diário Gaúcho

Entre 20 beldades, Samen dos Santos, 19 anos, da Estado Maior da Restinga, foi eleita a Rainha do Carnaval de Porto Alegre. Mahara Ferreira, 18 anos, da Bambas da Orgia, brilhou como primeira princesa, e Tamires Nunes, 20 anos, da Imperatriz Dona Leopoldina, foi escolhida para ser a segunda princesa.

As três, juntamente com o experiente Rei Momo Fábio Verçoza, 46 anos, serão, a partir de agora, a cara do Carnaval. Abrindo a rotina extensa de compromissos, a nova corte visitou ontem a Redação do DG.

- Samen, a rainha

Com experiência pela participação em 17 concursos de beleza, Samen dos Santos, 19 anos, chegou ao posto com o qual sempre sonhou. Atual Miss Porto Alegre, ela representa a Estado Maior da Restinga e fez a alegria dos avós Maria Sueli, 68 anos, e Cláudio Maravilha, 73 anos, vencendo a disputa.

– Eles são a minha fortaleza – contou Samen, que mora com a mãe e os irmãos no Bairro Rubem Berta.

A preparação para o título teve início no ano passado. Descontente com sua performance na disputa pela coroa em 2010, Samen procurou fonoaudiólogo, deixou de comer pão, passou a correr diariamente e a fazer musculação.

– No ano passado, eu era muito tímida. Meu samba foi fraco, não fiquei contente com a minha fantasia e não fui bem na entrevista – recorda a bela, que se achava feinha e magricela na infância.

Com uma fantasia desenhada por ela mesma – trabalha como modelo e faz o curso Moda e Design – e muito mais confiante, Samen tornou-se rainha. O feito encheu de orgulho também o namorado, com quem se relaciona há três anos.

– Eu sempre quis muito ser rainha. Minha missão é transmitir alegria para as pessoas e mostrar como é lindo o nosso Carnaval.

- Mahara, a primeira princesa

A estudante de Inglês Mahara Ferreira, 18 anos, moradora do Bairro Restinga, já desfila em escolas de samba desde os nove anos, mas ficou surpresa ao ser indicada pela Bambas da Orgia para representar a agremiação no concurso.

Para honrar o convite, desde setembro passado, a bela intensificou os exercícios físicos e não descuidou também do lado psicológico. Tudo para perseguir com confiança seu objetivo.

– Eu tinha muita vontade de ser da corte, até já tinha me imaginado – revelou a estudante, que está solteira.

Além de ter samba no pé, Mahara conta que já se arriscou a sugerir um tema para o enredo e Carnaval e a compor um samba para a escola.

- Tamires, a segunda princesa

Envolvida com o Carnaval desde 2008, a segunda princesa Tamires Nunes, de Cachoeirinha, comemora o fato de fazer parte da corte sendo a atual campeã do Carnaval, e justamente no ano em que a Imperatriz Dona Leopoldina comemora seu 30º aniversário.

Há três meses, Tamires fez uma lipoaspiração, faz drenagem linfática e capricha nos exercícios físicos e na alimentação saudável. Recepcionista no Aeroporto Salgado Filho, ela ainda achou tempo para estudar.

O namorado Vitinho, do grupo Louca Sedução, é o grande incentivador. Ela credita o sucesso também à família.

– Me preparei para a entrevista, li muito jornal, porque a corte não é só beleza. Tem que ter cultura – disse.

- Relações públicas do Carnaval

Reconduzido à função de Rei Momo, Fábio Verçoza já conversou com as rainhas sobre a rotina de compromissos da corte: divulgação nos meios de comunicação, visitas a quadras de escolas de samba, entidades sociais e encontros com o prefeito e outras autoridades. Amanhã está prevista uma participação no Jornal do Almoço, na RBS TV.

– É uma rotina exaustiva, mas é muito prazeroso. Falamos sobre a conduta da corte, comportamento, relação com a família no período do Carnaval porque vivemos isso 24 horas por dia – revelou.

Sobre as eleitas, ele concluiu:

– A corte é linda. Beleza e samba no pé se pressupõe que elas tenham. Mas a forma como se comunicam é muito importante. Somos RPs (relações públicas) do Carnaval.

roberta.schuler@diariogaucho.com.br

DIÁRIO GAÚCHO

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros